Interface de programação REST

Os serviços web desempenham um papel decisivo no crescimento das empresas num mundo digital. A interface de programação REST presente em equipamentos de campo ajuda a fornecer dados de forma confortável, o que a transforma num pré-requisito importante para a construção de estruturas de aplicação consistentes.

Ir para a página do produto
Programador a desenvolver aplicações num computador portátil
Duas pessoas conversam sobre os requisitos da integração de dados no pavilhão de uma fábrica

Disponibilidade dos dados Desenvolvimento de aplicações em empresas modernas

A disponibilidade de dados total é um critério imprescindível para a construção de estruturas de aplicação consistentes e preparadas para o futuro. Em simultâneo, os programadores de aplicações têm de integrar intervalos de tempo cada vez mais curtos. O acesso aos dados a partir de equipamentos de campo pode acarretar os seus próprios desafios. O objetivo desta fase passa pela integração total de dados a partir do equipamento de campo na aplicação de software hierarquicamente superior. Os equipamentos de campo industriais disponibilizam os seus dados através de diversos protocolos de comunicação. REST-API é um deles.

Logótipo REST, API e JSON

Definição de REST, API e JSON (“{}”)

REST ou "REpresentional State Transfer" é uma arquitetura de comunicação difundida no ambiente informático. É uma arquitetura de interfaces intuitiva que usa um protocolo conhecido da Internet. A transmissão de dados é realizada através do Hyper Text Transfer Protocol (HTTP).

API (Application Programming Interface) significa, de forma genérica, interface de programação de aplicações.

As chavetas delimitam a notação dos conteúdos que são mascarados sob a forma de objetos na linguagem de programação JavaScript (JSON: JavaScript Object Notation), p. ex. para um objeto do número de série.

Duas pessoas conversam enquanto olham para um tablet

Integração de dados com REST Implementação confortável, notação contínua

A integração de dados através de pedidos de HTTP está disponível, por norma, em bibliotecas de programação comuns. Isto também permite acelerar a implementação, pelo facto de que muitos programadores já saberem a partir de outros projetos de software como funciona uma arquitetura REST. Além disso, a popularidade de uma notação contínua de objetos de informação com JavaScript (JSON) não para de aumentar.

Graças à utilização de HTTP, REST e JSON em equipamentos de campo, não é necessário acumular conhecimentos especializados sobre protocolos de comunicação industriais e, eventualmente, sobre a implementação correspondente de tabelas de registo.