Uninsulated and insulated ferrules in various sizes and colors

Ferrules

Ferrules are used in process-reliable conductor processing and wiring. They protect the conductors against splicing and make it easier to insert them in the terminal shaft. Process conductors professionally and safely with our high-quality ferrules. Our comprehensive product range comprising uninsulated and insulated ferrules in various sizes and colors also meets the requirements of international standards.

Mais informações

Vantagens

  • Extensa gama de produtos para todas as áreas de aplicação
  • Terminais ponteira de elevada qualidade e em conformidade com as normas – made in Germany –
  • Ligação com certificação UL em combinação com uma seleção das nossas ferramentas de cravação e máquinas automáticas
Terminal ponteira individual não isolado
Terminal ponteira isolado individual preto
Terminal ponteira TWIN isolado individual branco
Terminais ponteira individuais isolados com colar de plástico alargado azul
Terminal ponteira individual não isolado

Os terminais não isolados são utilizados principalmente em ambientes confinados. Estes protegem o condutor e facilitam o processamento posterior.

  • De acordo com as normas DIN 46228-1 e UL 486F-A
  • Disponível em várias variantes de comprimento
  • Secções de condutor de 0,14 a 120 mm² 

Terminal ponteira isolado individual preto

Os terminais ponteira isolados protegem contra o desfiamento dos condutores e facilitam a inserção no eixo de fixação.

  • De acordo com as normas DIN 46228-4 e UL 486F-E
  • Disponível em várias variantes de comprimento e cor
  • Secção do condutor de 0,14 até 120 mm² 

Terminal ponteira TWIN isolado individual branco

Os terminais ponteira TWIN são ideais para prensar dois condutores num terminal ponteira.

  • Adequado para pontes em cadeia
  • Conforme a UL 486F-F 
  • Disponível em várias variantes de comprimento e cor
  • Secção do condutor de 2 x 0,5 até 2 x 16 mm²

Terminais ponteira individuais isolados com colar de plástico alargado azul

Estas versões especiais de terminais ponteira são utilizadas para o processamento de condutores com um isolamento mais espesso.

  • Variantes disponíveis para condutores UL, AWG, JIS, Multinorm e à prova de curto-circuito
  • De acordo com as normas DIN 46228-4 e UL 486F-E
  • Disponível em várias variantes de comprimento e cor
  • Secções do condutor de 0,5 até 16 mm²

Terminais ponteira azuis isolados em tira
Terminais ponteira vermelhos em fita
Caixa preta equipada com terminais ponteira
Terminais ponteira azuis isolados em tira

A tira é utilizada para processar os condutores com o alicate de descarnagem e cravação CRIMPFOX 4 IN 1 e CF CRIMPHANDY.

  • De acordo com as normas DIN 46228-4 e UL 486F-E
  • Disponível em várias variantes de cor
  • Secções do condutor de 0,5 até 2,5 mm²

Terminais ponteira vermelhos em fita

Os terminais ponteira vermelhos em fita são utilizados na produção total e parcialmente automatizada. Assim, p. ex., a máquina automática de descarnagem e cravação CF 3000 pode ser equipada com estes terminais.

  • De acordo com as normas DIN 46228-4 e UL 486F-E
  • Disponível em várias variantes de cor e tamanhos de rolo
  • Secções do condutor de 0,5 até 2,5 mm²

Caixa preta equipada com terminais ponteira

Conjuntos de descarnação e cravação, bem como várias caixas de equipamento, completam o nosso portfólio de terminais ponteira. As nossas caixas estão disponíveis equipadas ou não equipadas com terminais ponteira de vários tamanhos e cores.

Alicate de cravação CRIMPFOX DUO 16S com terminais ponteira individuais ao seu lado

Terminais ponteira para conexões fiáveis e seguras

O terminal ponteira representa um meio auxiliar útil no processamento de condutores e na cablagem. A utilização dos terminais impede um eventual desfiamento dos fios individuais, o que permite um processamento posterior eficaz e, sobretudo, seguro do ponto de vista da segurança de processos.
O terminal ponteira facilita assim a inserção no eixo de fixação e protege os fios individuais contra efeitos mecânicos, p. ex., ao ligar a bornes de parafuso.

Propriedades
Material do terminal: cobre (ECU)
Revestimento: estanhado galvanicamente
Material do colar: PP (sem halogéneo)
Temperatura contínua/de curto prazo: +105 °C/+120 °C

As vantagens importantes do terminal ponteira

  • Segurança dos contactos e fiabilidade operacional elevadas e a longo prazo
  • Processamento posterior economizador de tempo, especialmente também com bornes push-in
  • Ligação segura, mesmo com vários processos de recablagem
  • Redução de quebras de cabos
  • Deteção simples de secções transversais
  • Segurança elevada contra vibrações
  • Resistências de passagem permanentemente baixas
  • Proteção dos fios individuais, especialmente também com bornes de parafuso
  • Aperto constante em ligações de parafuso
Um terminal ponteira é segurado entre dois dedos

Normas aplicáveis a terminais ponteira

Na norma DIN 46228, o terminal ponteira está definido de 0,5 até 50 mm².
Esta norma está estruturada em quatro partes:

  • Parte 1 Forma de tubo sem manga de plástico
  • Parte 2 Versão de cravação com/sem contorno de isolamento
  • Parte 3 Extensivo a condutores sem contorno de isolamento
  • Parte 4 Forma de tubo com manga de plástico

Além das dimensões geométricas da ponteira, o material, o esquema de cores dependente da secção transversal e as bases de teste também estão incluídos na norma. Além disso, o terminal ponteira tem de cumprir o requisito de incorporar condutores das classes 2, 5 e 6. As secções transversais dos condutores são definidas através de valores de resistência elétricos e não através das dimensões geométricas, como acontece com os terminais ponteira. Por isso, é possível encontrar maiores disparidades nas secções transversais. Por esta razão, existe uma certa discrepância entre terminal ponteira e condutor. No entanto, os alicates para terminais ponteira da Phoenix Contact estão essencialmente preparados para compensar estas diferenças de capacidade.

Além da DIN, existe uma norma francesa para ponteiras, a NF C 63-023. À exceção do esquema de cores em algumas secções transversais, a NF baseia-se na DIN.
Uma novidade nas bases normativas para terminais ponteira são a UL 486F e a norma canadiana C22.2 NO. 291-14. Estes padrões uniformizados também se baseiam na norma DIN, no entanto, dedicam-se mais profundamente à metodologia de teste e aos requisitos específicos.

Na norma UL 486 F, as ponteiras especiais também são fixadas normativamente pela primeira vez como os terminais ponteira TWIN para a ligação de dois condutores. Para se obter uma certificação de acordo com os padrões UL e CSA mencionados anteriormente, a organização responsável tem de realizar uma verificação abrangente. A verificação e a certificação não são apenas realizadas aos terminais ponteira, com efeito, todo o sistema, constituído por alicate para terminais ponteira e por terminal ponteira, é submetido ao processo.

Alicate de cravação CRIMPFOX DUO 10 rodeado por vários condutores cravados

Pioneiros nas normas internacionais que garantem qualidade, segurança e compatibilidade

Enquanto empresa pioneira, a Phoenix Contact certificou terminais ponteira em combinação com uma seleção de ferramentas de cravação e máquinas automáticas de cravação conforme a norma UL 486F, que entrou em vigor em 2016 (ZMLF.E488001). Juntamente com a conformidade normativa da DIN 46228‑1/‑4 (atualizada a 03/2020), são cumpridos os requisitos de mercado globais em termos de qualidade, segurança e compatibilidade e as soluções oferecem aos utilizadores orientados para a exportação um sistema aceite em todo o mundo.

Logótipo certificação UL

Tabela com cores e normas para os terminais ponteira

Cor dos terminais ponteira

A cor do colar de plástico define a secção transversal do terminal ponteira e facilita assim a atribuição ao condutor correspondente.

Principalmente a definição de cor da DIN 46228-4, que é também o fundamento da UL 486F, estabeleceu-se entre os utilizadores.

Resumo dos dados mais importantes
O que deve saber sobre os terminais ponteira
Descubra o nosso póster sobre o tema dos terminais ponteira. Num relance, obterá tudo o que precisa de saber e dicas de manuseamento: porque é que, por exemplo, um terminal ponteira é vantajoso, o que deve ser tido em conta ao descarnar condutores e que formas de cravação são adequadas e quando.
Carregar póster agora
Processamento de condutores com terminais ponteira
Pessoa a segurar o alicate de cravação CRIMPFOX DUO 16S e um condutor cravado em frente a um quadro de comando

Processamento profissional com ferramenta manual e máquina automática

Para o processamento de terminais ponteira, terminais de cabo, conectores industriais e muitos outros contactos e conectores, a Phoenix Contact oferece um vasto portfólio de ferramentas manuais e máquinas automáticas.

As nossas ferramentas manuais caracterizam-se pela sua ergonomia e alta qualidade e permitem uma utilização com baixa fadiga e alta durabilidade. Equipadas com um bloqueio forçado integrado, as nossas ferramentas garantem um processamento estável a longo prazo, de alta qualidade, de terminais ponteira e conectores.

Mão a segurar vários condutores em frente da máquina automática de descarnagem e cravação CF 1000

Com as nossas máquinas automáticas, não só processa terminais ponteira de forma rápida e segura, como também poupa tempo e custos na montagem de condutores.

As nossas máquinas automáticas de descarnagem e cravação combinam duas etapas parciais numa só. Numa só etapa de trabalho, o condutor é descarnado e depois comprimido com um terminal ponteira. Graças ao formato modular, é possível adaptar as máquinas automáticas para diferentes secções transversais num curto espaço de tempo. Quer seja para uso estacionário ou móvel, com as nossas robustas e compactas máquinas automáticas de descarnagem e cravação pode operar de forma flexível, mantendo ao mesmo tempo uma qualidade consistente.