Tipos e descrição de equipamentos

Para a comunicação eficiente da sua rede, PROFINET IO funciona com diferentes tipos de equipamentos. A interação sem problemas dos componentes é assegurada pelas classes de conformidade.

Aqui se trata normalmente de um controle de sequências, como PLC ou controle de movimento. Na partida, o controlador I/O estabelece a conexão com os dispositivos PROFINET I/O e registra os parâmetros de partida para os respectivos equipamentos. Em seguida é iniciada a troca de dados cíclica. O controlador PROFINET I/O recebe todas as informações de configuração através de uma ferramenta de configuração. Esta ferramenta lê as informações necessárias de um arquivo GSDML do equipamento.

Os equipamentos de campo são designados dispositivos PROFINET I/O. O dispositivo I/O é endereçado na rede através de um nome de equipamento inequívoco que tem que ser salvo de modo remanescente no equipamento. Na fase de partida, cada equipamento recebe também um endereço IP através do controlador I/O. Assim ele pode ser sempre acessado na rede através de TCP/IP. O equipamento pode estar atribuído a um ou vários controladores I/O. Os dados I/O são trocados ciclicamente com os controladores I/O, em intervalos de tempo de, no mínimo, 256 µs até, no máximo, 512 ms. Isso é efetuado em separado para cada sentido de dados. Em caso de erro, os dispositivos I/O enviam alarmes de diagnóstico para o controlador I/O.

Um supervisor PROFINET I/O é um segundo participante na rede. Por exemplo, ele tem acesso a todos os dados de processo e de parâmetros em paralelo com o controlador I/O. Um supervisor I/O pode assumir o controle parcial (leitura em paralelo das entradas) ou também completo (escrever saídas) do equipamento.

  • Componentes de rede Ethernet padrão (inclusive componentes sem fio)
  • Dispositivos e controladores PROFINET certificados
  • Troca de dados cíclica ou acíclica
  • Mecanismos de diagnóstico básicos
  • Dispositivos, controladores e componentes de rede PROFINET certificados
  • Determinação da topologia de bus e troca de equipamentos automática
  • Diagnóstico expandido
  • Equipamentos e componentes de rede certificados com suporte de hardware
  • Transmissão de dados altamente determinística
  • Máximo desempenho e sincronismo

Descrição de equipamentos

Para ser possível integrar componentes em soluções de automação, é necessário disponibilizar nos passos de desenvolvimento diferentes informações sobre o equipamento.

Arquivo GSD em redes PROFINET

Comunicação rápida e inequívoca dos parâmetros do equipamento graças ao arquivo GSD

A descrição do equipamento é importada no sistema PROFINET IO como arquivo GSD (General Station Description) no formato XML para o respectivo sistema de desenvolvimento.

O arquivo descreve parâmetros de hardware, de comunicação e do equipamento definidos no software de configuração. Além disso, eles são transmitidos para o controlador e enviados para o equipamento durante o estabelecimento de conexão.

No arquivo GSD estão integradas a representação do equipamento e as características de comunicação, bem como as mensagens de erro do componente em forma de texto.

Uma ferramenta de diagnóstico PROFINET IO necessita somente do nome do fabricante e da ID do equipamento para emitir as mensagens de erro em texto simples.

PHOENIX CONTACT
Ind. Com. Ltda.

Rua Francisco Corazza, 20 a 100
Pq. Residencial da Lapa
São Paulo/SP CEP: 05038-130
(11) 3871-6400 (PABX)