Bornes para quadros de distribuição Para a instalação de distribuições elétricas, oferecemos um portfólio completo de réguas de bornes. Convença-se agora dos nossos produtos de alta qualidade e das nossas tecnologias de ligação inovadoras.

Ligação de bornes Push-X por um instalador elétrico no quadro de comando

A escolha é sua. Dependendo da sua forma preferencial de trabalho, oferecemos-lhe para a cablagem de distribuições elétricas tanto bornes de instalação PTI com tecnologia de ligação push-in como também bornes de instalação UTI com tecnologia de ligação de parafuso.

Além disso, o portfólio inclui réguas de bornes com a nova tecnologia Push-X. Estes bornes permitem uma ligação de condutores quase sem força e sem ferramenta, com apenas uma mão. A possível eliminação do terminal ponteira resulta num elevado potencial de poupança.

Os bornes de instalação e as réguas de bornes standard estão equipadas com muitas funções. Todo o sistema de réguas de bornes utiliza também os mesmos acessórios normalizados, oferecendo assim um elevado grau de flexibilidade para as suas tarefas de cablagem.

Para a cablagem confortável e clara de automações de edifícios KNX, encontram-se disponíveis os bornes de instalação KNX. Poderá implementar rapidamente uma distribuição do condutor neutro e do condutor de proteção com economia de espaço através dos blocos de distribuição PTFIX.

  • Ligação rápida, sem ferramenta com bornes push-in
  • Ligação economizadora de tempo e quase sem esforço com bornes Push-X
  • Cablagem com economia de espaço com bornes de parafuso
  • Os mesmos acessórios para os todos os tipos de bornes
Pessoa em roupa de trabalho com borne Push-X na mão

Réguas de bornes com tecnologia Push-X

As réguas de bornes com tecnologia Push-X permitem uma ligação fácil de condutores rígidos e flexíveis, com ou sem terminal ponteira. Mesmo os condutores mais pequenos e flexíveis podem ser fixados de forma simples e rápida graças à câmara de contacto pré-tensionada. Insira os condutores até à extremidade da câmara, de forma simples. Pressionando o bloqueio na extremidade da câmara, a mola de contacto é libertada e fecha-se rapidamente. As réguas de bornes estão disponíveis com uma secção transversal nominal de 2,5, 6, 10 e 16 mm². Além de vários bornes de passagem, bornes de vários condutores e bornes de dois níveis, o portfólio também inclui bornes funcionais, como bornes seccionáveis.

Blocos de distribuição prontos a ligar com ligação push-in

Blocos de distribuição PTFIX

Nas instalações modernas, são instalados cada vez mais equipamentos de segurança contra corrente de fuga (disjuntor da corrente de fuga), bem como disjuntores de corrente residual/disjuntores (FI/LS). O desafio consiste em passar o condutor PEN atrás do disjuntor da corrente de fuga, com economia de espaço, para a cablagem do edifício. Com a ajuda dos blocos de distribuição PTFIX, as saídas do condutor neutro, as saídas PE e outros potenciais podem ser concretizados com economia de espaço graças à montagem transversal.

E o PTFIX oferece ainda mais: as diversas variantes de fixação permitem a montagem também em situações difíceis de instalação. As onze variantes de cor asseguram uma cablagem inequívoca e o reconhecimento claro dos potenciais. A tecnologia de encaixe direto push-in permite a cablagem, sem ferramentas, de condutores flexíveis e rígidos que estão equipados com um terminal ponteira. O PTFIX economiza tempo, espaço e dinheiro.

Ligação de condutor com a ligação push-in dos bornes de instalação PTI

Ligação push-in ou de parafuso?

Se valoriza a cablagem de fios condutores rígidos com economia de espaço, a ligação push-in sem ferramentas dos bornes de instalação PTI é a certa para si. Pode também conectar condutores flexíveis com terminal ponteira por simples inserção.

Para abrir o borne ou ligar condutores flexíveis sem terminal ponteira, é possível operar o botão de pressão cor de laranja com praticamente qualquer chave de parafusos ou com uma ponta de teste.

Régua de borne UTI 2,5-PE/L/NT

Se tem de reequipar frequentemente distribuições elétricas em situações críticas de espaço, os bornes de instalação com tecnologia de ligação de parafuso são os seus favoritos. Desta forma, pode conectar nos bornes de instalação UTI, com uma largura total de apenas 5,2 mm, simultaneamente dois condutores com 1,5 mm² em apenas um ponto de ligação. O pré-requisito para isto é que os dois condutores sejam do mesmo tipo e secção transversal e que os operadores das instalações ou dos edifícios aceitem uma atribuição dupla deste tipo.

Independentemente da tecnologia de ligação que utilizar, irá sempre obter ligações fiáveis e estáveis a longo prazo.

Atribuição colorida dos pontos de ligação às cores dos fios

Bornes de instalação KNX

Especialmente no caso de uma cablagem em forma de estrela do sistema de bus KNX, rapidamente se fica com falta de espaço no quadro de distribuição. Os bornes de dois andares com codificação colorida e com uma largura de apenas 3,5 mm da família PTTBS 1,5/S permitem uma atribuição visual clara dos pontos de ligação às cores do fio.

Nos eixos funcionais duplos de cada nível, os potenciais são unidos uns aos outros à vontade, também com sobreposição, através da utilização de jumpers padronizados. Desta forma, é possível o marshalling confortável de fios principais e de reserva do sistema de bus KNX com apenas 7 mm de largura no quadro de distribuição.

Tecnologia Push-X A tecnologia inovadora para uma ligação rápida e sem ferramenta

  • Tempo de instalação reduzido devido à tecnologia de encaixe direto sem ferramenta
  • Operação com uma mão que poupa energia, graças a uma mola de contacto pré-tensionada
  • Instalação flexível de todos os tipos de condutores, com ou sem terminal ponteira
  • Separação e pré-tensionamento fáceis da mola de contacto
  • Compatibilidade total com o sistema de réguas de bornes CLIPLINE complete

Blocos de distribuição PTVFIX Blocos de distribuição especiais para a distribuição de potencial plana com ligação de condutor lateral

  • Instalação sem ferramenta com ligação push-in
  • Melhor perspetiva, mesmo em espaços reduzidos – p. ex. na caixa de derivação
  • Fixação flexível em calhas metálicas e placas de montagem ou através de montagem adesiva