Interligar com condutores de fibra óptica

Interligar com condutores de fibra óptica

Imune a interferências e potente

Transmissão de dados via condutor de fibra óptica.

Os nossos conversores de fibra óptica suportam os protocolos de comunicação usuais na tecnologia de interação remota PROFIBUS, Modbus/RTU, Ethernet, assim como as interfaces RS-232 e RS-485. A imunidade a interferência eletromagnética, o isolamento de potencial de alta qualidade do trajeto óptico, assim como as distâncias alcançáveis de até 45 km, são as vantagens essenciais em comparação com a transmissão de dados convencional com cobre. Assegure estas vantagens para a sua aplicação exigente de interação remota.

Suas vantagens

  • Monitoramento automático e indicação da qualidade do sinal óptico
  • Aviso de falha através de contato de comutação sem potencial
  • Indicação do estado de operação via LED de diagnóstico
  • Equipamentos robustos com faixa de temperatura ampliada
  • Certificações específicas do equipamento: ATEX, UL HazLoc, operação em altitudes até 5.000 m

Hub PSI-MOS modular

Todos os conversores PSI-MOS têm uma estrutura modular. Podem ser combinados com uma alimentação do sistema e outros equipamentos para obter um hub modular.

Hub de bus de campo  

Combinação à escolha de cobre e fibra óptica

Diagnóstico rápido em caso de falha

Topologia de fibra óptica  

Interligação redundante de partes da instalação com conversores de mídia de fibra óptica

Além de inúmeros LEDs de diagnóstico, o conversor de mídia dispõem da função de gerenciamento de links (Link Fault Pass Through). Isto garante um monitoramento permanente da conexão. Ambos os lados da conexão de rede podem detectar imediatamente perdas de link. Todo o curso de conexão através do trajeto óptico se comporta assim de forma transparente, como é o caso de uma comunicação unicamente por cobre. Em caso de interrupção da rede, o trajeto de transmissão é desligado. É possível utilizar imediatamente os mecanismos de redundância.

Em caso de perda de link, a sinalização da função FEF (Far End Fault) nos conversores de mídia permite também a localização do segmento com erro.

Comunicação com instalações distantes via fibra óptica

Topologia de fibra óptica  

Interligar instalações distantes com condutores de fibra óptica

Uma vantagem da transmissão de dados óptica é o aumento dos alcances máximos. Com uma comunicação Ethernet baseada em cobre apenas é possível superar distâncias de 100 metros entre dois participantes.

Esta distância é suficiente para instalações pequenas, mas prova ser demasiado curta na comunicação com instalações distantes. Se, por outro lado, você utilizar condutores ópticos e conversores de mídia industriais ou switches, em uma conexão ponto a ponto é possível superar sem problemas distâncias de vários quilômetros.

PHOENIX CONTACT
Ind. Com. Ltda.

Av. das Nações Unidas, 11.541,
19º andar - Brooklin Paulista
04578-000 - São Paulo/SP - Brasil
CNPJ 68.404.912/0001-62
(11) 3871-6400 (PABX)