Os disjuntor térmicos TCP

Disjuntores térmicos

Os disjuntores térmicos oferecem a você uma proteção ótima contra sobrecarga para seus consumidores em sistemas de distribuição de corrente. Após o disparo do disjuntor é possível uma religação direta através da função de comutação integrada. Em comparação com um fusível, desta forma poupa a substituição do fusível. Quanto maior a sobrecarga, mais rápido é acionado o disjuntor de proteção térmico.

Mais informações

Suas vantagens

  • Rápida recolocação em funcionamento, sem peças de reposição, após um caso de erro graças à capacidade de reconexão
  • Reequipamento de instalações existentes com fusíveis planos automotivos sem problemas graças ao esquema de conectores idêntico
  • Liberação da instalação em caso de manutenção através do interruptor do dispositivo integrado
Seleção do disjuntor térmico

Disjuntores de proteção térmicos

Disjuntores de proteção térmicos Função e modelo

Os disjuntores de proteção térmicos são regularmente disparados através de uma tira bimetálica. Isso significa que, em caso de falha, a tira bimetálica é aquecida e desconecta o circuito de corrente.

É válido o seguinte: quanto maior a sobrecarga, mais rápido é acionado o disjuntor de proteção térmico.

Os equipamentos podem ser religados a qualquer momento. Os disjuntores de proteção térmicos estão disponíveis como versões plugáveis.

Quadro de comando com disjuntores térmicos

Disjuntores de proteção térmicos no quadro de comando

Áreas de aplicação

As áreas de aplicação típicas para disjuntores de proteção térmicos são os sensores e atuadores das instalações.

Aqui incluem-se entre outros motores, elementos de aquecimento e ventiladores, equipamentos com uma corrente de partida elevada.

As faixas de tensão dos disjuntores de proteção térmicos são, no máximo, de 250 V AC ou 65 V DC.