Visualização de processos e manutenção baseada no estado na unidade de tratamento de águas residuais de Warendorf

Visão geral

Limpeza biológica no tanque de aeração da estação de tratamento de águas residuais de Warendorf  

Tanque de aeração da estação de tratamento de águas residuais de Warendorf

  • A unidade de tratamento de águas residuais de Warendorf inclui uma planta principal e várias construções exteriores descentralizadas.
  • Para conseguir uma flexibilidade e uma eficiência elevadas, é realizada uma troca de dados padronizada entre os equipamentos de campo e o controlador através da tecnologia FDT.
  • Uma solução de visualização moderna da Phoenix Contact possibilita um gerenciamento rápido dos alarmes, bem como uma documentação abrangente.
  • Através da interface do usuário intuitiva, a visualização pode ser modificada sem grande esforço e otimizada de acordo com os processos e a instalação.

Perfil do cliente

Foto aérea da estação de tratamento de águas residuais de Warendorf  

Foto aérea da unidade de tratamento de águas residuais de Warendorf

A unidade de tratamento de águas residuais modernizada de Warendorf é composta por inúmeras instalações e estruturas. A planta principal de tratamento de águas residuais foi concebida para cerca de 80.000 pessoas e existe uma outra estação de tratamento de águas residuais mais pequena para aproximadamente 7.000 habitantes.

Onze estações de bombeamento e aprox. 25 estruturas especiais estão interligadas entre si. A rede de canais e tubos abrange, no total, mais de 250 quilômetros.

Aplicação

Estação de tratamento de águas residuais de Warendorf, conceito de operação  

Conectar facilmente equipamentos de campo através da interface de usuário da aplicação de base FDT

Processos cada vez mais complexos exigem a aplicação de equipamentos de campo mais inteligentes e confiáveis. O operador da instalação deve conseguir chamar todos os dados operacionais e mensagens de diagnóstico para um local centralizado e parametrizar e diagnosticar os equipamentos de campo inteligentes durante o tempo de operação. Só assim é que fica assegurada uma flexibilidade e uma eficiência elevadas em todas as áreas da instalação.

Um módulo importante é a tecnologia FDT, que serve para a troca de dados padronizada entre os equipamentos de campo e o controlador. Para a visualização é necessária uma solução que proporcione ao usuário um manuseamento simples e um conforto de utilização elevado. Para reagir rapidamente a eventos não planejados, o operador precisa conseguir navegar rapidamente entre as diversas unidades que compõem as instalações complexas. Além do mais, a solução de visualização deve dispor de interfaces de comunicação diversificadas para conectar as partes da instalação que vão crescendo ao longo dos anos com os diversos protocolos de transmissão.

Solução

Estação de tratamento de águas residuais de Warendorf, otimização de processos  

Conexão dos equipamentos de campo através de uma interface de comunicação padronizada

A aplicação de base FDT inclui diversos drivers de equipamentos e de comunicação e fornece ao operador uma visão geral de todos os equipamentos de campo montados. Através dos drivers de equipamentos (Device-DTM) é possível chamar os dados operacionais, alarmes e valores de medição importantes dos equipamentos de campo inteligentes em qualquer momento, a partir de diversas unidades. Aqui, devido a sua interface de comunicação padronizada, o sistema de bus hierarquicamente inferior já não desempenha nenhum papel.

Quando ocorre uma falha, o erro é rapidamente localizado através da aplicação de base FDT. O operador pode assim reagir de forma direcionada. É igualmente importante a conexão simples e rápida do novo hardware na aplicação existente. O usuário precisa somente conectar um DTM de equipamentos na aplicação de base. No passo seguinte, ele pode parametrizar o equipamento de campo remotamente ou diretamente no local e efetuar sua adaptação para as tarefas futuras.

Estação de tratamento de águas residuais de Warendorf, otimização de processos  

Visualização de todos os dados de diagnóstico para uma manutenção baseada no estado

Localização rápida e eliminação de falhas

O sistema de visualização local é composto por um computador estacionário e dois monitores conectados. Os dados são transmitidos do controlador para a solução de visualização local Visu+ da Phoenix Contact através do protocolo OPC. Através do software Visu+, o operador consegue monitorar todo o processo de tratamento das águas e, se necessário, intervir rapidamente. Os valores de medição, os ciclos de comutação e as horas de serviço de cada um dos agregados são representados para o usuário sob a forma de visão geral ou de um gráfico de tendência.

As diversas variáveis do processo criam um desafio especial para a comparação precisa. Por isso, o software Visu+ gera vários gráficos de tendência que disponibilizam diversos ajustes e filtros. Assim é possível um exame detalhado das informações relevantes.

O sistema de visualização local também controla o gerenciamento de alarmes. Se ocorrer um erro no processo em curso, o software Visu+ encaminha a mensagem de falha imediatamente para o grupo de pessoas responsáveis. Assim, o operador é logo informado a respeito do estado da instalação e fica em condições para agir de imediato.

Resumo

Estação de tratamento de águas residuais de Warendorf, conceito de operação  

Tim Jungmann, diretor técnico da unidade de tratamento de águas residuais de Warendorf

Os requisitos em termos de economia estão sempre aumentando. Por este motivo, é cada vez mais importante agrupar informações e as encaminhar de forma direcionada para o grupo de pessoas responsáveis. A solução de visualização Visu+ cria essas condições básicas.

"A interface do usuário com manuseamento intuitivo permite que os meus colaboradores modifiquem a visualização sem grande esforço para, dessa forma, a otimizar de acordo com os processos e a instalação", esclarece Tim Jungmann, diretor técnico da unidade de tratamento de águas residuais de Warendorf. Além disso, é possível detectar falhas antecipadamente e eliminá-las de forma preventiva.

"Através da utilização da tecnologia FDT, os meus colaboradores estão em condições para operar toda a instalação com todas as subestações distribuídas confortavelmente a partir da central em Warendorf e coletar dados relevantes para a manutenção", conclui Jungmann. "Dessa forma, o conceito se apresenta como o suporte ideal para nossa abordagem, que passa por controlar as instalações com a maior eficiência possível em termos de energia e de custos técnicos".

Produtos

DescriçãoTipoCódigo
Acoplador de bus PROFINET para conexão de periféricos descentralizadosIL PN BK DI8 DO4 2TX2703994
Bibliotecas de software para PC Worx para a expansão da tecnologia de comando da Phoenix ContactWATERWORX2400180
Software de visualização com funcionalidade SCADAVISU+ 2 RT2400126
Adaptador de porta Ethernet Factoryline Wireless BluetoothFL BT EPA2692788
Controlador Inline com interface PROFINETILC 350 PN2876928
Gerenciamento eletrônico de motor para a operação com transformadores de corrente externosEMM 3-230AC/500AC-IFS2297507
ModemPSI-MODEM-SHDSL/ETH2313643
DescriçãoTipoCódigo
Acoplador de bus PROFINET para conexão de periféricos descentralizadosIL PN BK DI8 DO4 2TX
Bibliotecas de software para PC Worx para a expansão da tecnologia de comando da Phoenix ContactWATERWORX
Software de visualização com funcionalidade SCADAVISU+ 2 RT
Adaptador de porta Ethernet Factoryline Wireless BluetoothFL BT EPA
Controlador Inline com interface PROFINETILC 350 PN
Gerenciamento eletrônico de motor para a operação com transformadores de corrente externosEMM 3-230AC/500AC-IFS
ModemPSI-MODEM-SHDSL/ETH

PHOENIX CONTACT
Ind. Com. Ltda.

Rua Francisco Corazza, 20 a 100
Pq. Residencial da Lapa
São Paulo/SP CEP: 05038-130
CNPJ 68.404.912/0001-62
(11) 3871-6400 (PABX)

Referrer: