As unidades de produção autónomas e adaptáveis otimizam a produção

Resumo

A Industrie 4.0 aumenta a rentabilidade da produção  

A Industrie 4.0 aumenta a rentabilidade da produção

  • Atualmente, as máquinas e os sistemas têm de ser digitais, flexíveis e inteligentes.
  • A ligação de pessoas, objetos e sistemas permite criar redes de valor que se auto-organizam e que podem ser otimizadas de acordo com diferentes critérios.

Aplicação

A rede inteligente na produção do futuro  

A rede inteligente na produção do futuro

As empresas são frequentemente confrontadas com o facto de a configuração de um artigo sofrer alterações durante a produção. Tem de ser implementada uma nova variante no plano de construção, o número de peças do artigo a produzir aumenta ou meios de produção desconhecidos até agora abrem novas possibilidades. Nesses casos, um sistema adaptável reage de imediato, adaptando adequadamente o processo de produção.

Um sistema para produção de módulos I/O é um exemplo prático de uma aplicação autónoma e adaptável. Um desafio que se coloca é conseguir produzir a longo prazo e de forma económica um número cada vez maior de variantes dos módulos I/O, que, em parte, são encomendados em pequenos tamanhos de lote, assim como protótipos de módulos individuais.

Solução

Produzir economicamente módulos I/O no tamanho de lote 1  

Produzir economicamente módulos I/O no tamanho de lote 1

Atualmente, os módulos I/O são produzidos em unidades de produção, cujos processos podem ser quase todos adaptados às respetivas necessidades.

Isso foi possível graças à utilização livremente combinável de vários módulos de sistema. Para esse efeito, são necessárias interfaces uniformes e o controlo autónomo dos procedimentos básicos. O conceito permite a produção simultânea de diferentes variantes. Nos sistemas de produção, podem ser acoplados todos os postos de trabalhos, as máquinas de montagem e as células de ensaio que, na respetiva fase de expansão, são necessárias para o processo de produção.

Um sistema de circulação livremente expansível de suporte para peças de trabalho permite a ligação flexível à rede de todos os recursos produtivos concebíveis num sistema de produção. Além de uma arquitetura de circulação adequada, carece de interfaces elétricas e eletropneumáticas uniformes, para que os recursos produtivos individuais possam ser utilizados independentemente do local. Isso inclui tanto os postos de trabalho manuais como as células de marcação totalmente automáticas. Além disso, todos os recursos envolvidos controlam autonomamente os seus procedimentos básicos independentes dos artigos, para os integrar descentralizadamente no conceito de produção.

Resultado

Já é possível produzir pequenos tamanhos de lote com os custos de uma produção em massa. Os cenários de lançamento de novos produtos são mais bem representados. Além disso, o fabricante consegue reagir a curto prazo às crescentes quantidades de vendas. Para esse efeito, por exemplo, os processos do mesmo tipo são duplicados.

Por conseguinte, os investimentos em equipamentos podem ser efetuados de acordo com a realidade atual e podem ser adaptados aos volumes de vendas atuais. Posteriormente, os desenvolvimentos tecnológicos nos processos de produção podem ser transmitidos de forma simples e rápida para as linhas de produção. Para tal, basta substituir os módulos de processo individuais.

Phoenix Contact S.A.

Sintra Business Park,
Edifício n°1
Zona Industrial da Abrunheira
2710-089 SINTRA

Horário: 9h -13h e 14h -18h
(+351) 21 911 2760
Referrer:

Este website usa cookies. Ao continuar a navegar, está a concordar com a nossa política de cookies. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade.

Fechar