Visualização de processos e manutenção baseada no estado na empresa de tratamento de águas residuais de Warendorf

Resumo

Depuração biológica da bacia de arejamento da estação de tratamento de águas residuais em Warendorf  

Bacia de arejamento da estação de tratamento de águas residuais em Warendorf

  • A empresa de tratamento de águas residuais de Warendorf compreende uma estação de tratamento principal e vários edifícios exteriores descentralizados.
  • De modo a conseguir uma maior flexibilidade e eficácia, é realizada uma troca de dados normalizada através da tecnologia FDT entre os dispositivos de campo e o controlador.
  • Uma solução de visualização moderna da Phoenix Contact permite uma gestão de alarmes rápida, bem como uma documentação completa.
  • Através da interface do utilizador intuitiva, é possível alterar a visualização sem grande esforço e combiná-la de forma ideal com os processos e o sistema.

Perfil do cliente

Fotografia aérea da estação de tratamento de águas residuais de Warendorf  

Fotografia aérea da empresa de tratamento de águas residuais de Warendorf

A empresa de tratamento de águas residuais modernizada de Warendorf é composta por numerosos sistemas e edifícios. A estação de tratamento de águas residuais principal foi concebida para cerca de 80.000 pessoas, existindo outra estação de tratamento de águas residuais pequena para cerca de 7.000 habitantes.

Onze estações de bombagem e cerca de 25 edifícios especiais encontram-se interligados. A rede de canais e de tubos tem mais de 250 quilómetros no total.

Aplicação

Estação de tratamento de águas residuais em Warendorf, conceito operacional  

Integração simples de dispositivos de campo através da interface de utilizador da aplicação FDT

Processos cada vez mais complexos requerem a utilização de dispositivos de campo inteligentes e fiáveis. O operador da unidade tem de poder aceder a todos os dados operacionais e mensagens de diagnóstico num local centralizado e parametrizar e diagnosticar os dispositivos de campo inteligentes durante o tempo de execução. Só assim é possível assegurar uma elevada flexibilidade e eficácia em todas as áreas do sistema.

Um módulo importante é a tecnologia FDT, que permite a troca de dados normalizada entre os dispositivos de campo e o controlador. Para a visualização é necessária uma solução que seja fácil de manusear e confortável de operar para o utilizador. De modo a reagir a eventos não planeados num curto espaço de tempo, o operador tem de ter a possibilidade de navegar rapidamente entre as diferentes instalações em sistemas complexos. Além disso, a solução de visualização deve contar com diversas interfaces de comunicação, de modo a ligar os componentes do sistema desenvolvidos ao longo dos anos aos diferentes protocolos de transmissão.

Solução

Estação de tratamento de águas residuais em Warendorf, otimização do processo  

Ligação dos dispositivos de campo através de uma interface de comunicação normalizada

A aplicação FDT compreende diferentes controladores de comunicação e de dispositivos e proporciona ao operador uma visão geral de todos os dispositivos de campo instalados. Através do controlador de dispositivos (Device-DTM) é possível aceder aos dados operacionais, alarmes e valores de medição importantes dos dispositivos de campo a qualquer momento e a partir de diferentes localizações. Nesse sentido, o sistema de bus hierarquicamente inferior deixa de ser relevante devido à interface de comunicação normalizada.

Em caso de avaria, é possível localizar rapidamente o erro através da aplicação FDT. Deste modo, o operador pode reagir em conformidade. A rapidez e facilidade de integração de novo hardware na aplicação existente é também importante. O utilizador só tem de integrar um DTM de dispositivos na aplicação. O passo seguinte é a parametrização e a adaptação do dispositivo de campo às tarefas futuras, que o utilizador pode executar de modo remoto ou diretamente no local.

Estação de tratamento de águas residuais em Warendorf, otimização do processo  

Visualização de todos os dados de diagnóstico para uma manutenção baseada no estado

Localização e resolução rápida de avarias

O sistema de visualização local é composto por um computador fixo e por dois monitores ligados. Os dados são transmitidos por um controlador através do protocolo OPC para a solução de visualização local Visu+ da Phoenix Contact. Através do Visu+, o operador pode monitorizar todo o processo de tratamento de águas residuais e intervir rapidamente quando necessário. Os valores de medição, ciclos de comutação e horas de operação dos agregados individuais são apresentados ao utilizador sob a forma de resumo ou de um gráfico de tendências.

As diversas variáveis de processo representam um desafio considerável no que diz respeito à comparação exata. Nesse sentido, o Visu+ cria diferentes gráficos de tendências, que disponibilizam diversas adaptações e filtros. Deste modo, permitem uma avaliação detalhada das informações relevantes.

O sistema de visualização local também realiza a gestão dos alarmes. Se ocorrer um erro no processo em curso, o Visu+ transmite de imediato a mensagem de avaria ao círculo de pessoas responsáveis. Assim, o operador é rapidamente informado do estado do sistema e pode agir de imediato.

Resultado

Estação de tratamento de águas residuais em Warendorf, conceito operacional  

Tim Jungmann, diretor técnico da empresa de tratamento de águas residuais de Warendorf

As exigências ao nível de rentabilidade aumentam constantemente. Neste contexto, é cada vez mais importante reunir informações e transmiti-las de forma direcionada para o círculo de pessoas em causa. A solução de visualização Visu+ aplica-se a estas condições.

"A interface do utilizador de operação intuitiva permite aos meus colaboradores alterarem a visualização sem grande esforço de modo a adaptá-la de forma ideal aos processos e ao sistema", explica Tim Jungmann, diretor técnico da empresa de tratamento de águas residuais de Warendorf. Deste modo, é possível detetar as avarias precocemente e resolvê-las de forma preventiva.

"A utilização da tecnologia FDT permite aos meus colaboradores operar de forma prática todo o sistema com todas as subestações distribuídas a partir da sala de comando em Warendorf e registar dados relevantes para a manutenção", observa Jungmann. "O conceito revela-se, assim, um apoio ideal para a nossa abordagem de controlo dos sistemas da forma mais eficiente possível em termos energéticos e de custos".

Produtos

DescriçãoTipoN.º de artigo
Acoplador de bus PROFINET para ligar periféricos descentralizadosIL PN BK DI8 DO4 2TX2703994
Bibliotecas de software para PC Worx para a ampliação da tecnologia de comando da Phoenix ContactWATERWORX2400180
Software de visualização com funcionalidade SCADAVisu+ 2 RT2400126
Adaptador de porta Factoryline Wireless Bluetooth EthernetFL BT EPA2692788
Controlador inline com interface PROFINETILC 350 PN2876928
Gestão de motor eletrónica para a operação com transformadores de corrente externosEMM 3-230AC/500AC-IFS2297507
ModemPSI-MODEM-SHDSL/ETH2313643
DescriçãoTipoN.º de artigo
Acoplador de bus PROFINET para ligar periféricos descentralizadosIL PN BK DI8 DO4 2TX
Bibliotecas de software para PC Worx para a ampliação da tecnologia de comando da Phoenix ContactWATERWORX
Software de visualização com funcionalidade SCADAVisu+ 2 RT
Adaptador de porta Factoryline Wireless Bluetooth EthernetFL BT EPA
Controlador inline com interface PROFINETILC 350 PN
Gestão de motor eletrónica para a operação com transformadores de corrente externosEMM 3-230AC/500AC-IFS
ModemPSI-MODEM-SHDSL/ETH

Phoenix Contact S.A.

Sintra Business Park,
Edifício n°1
Zona Industrial da Abrunheira
2710-089 SINTRA

Horário: 9h -13h e 14h -18h
(+351) 21 911 2760
Referrer:

Este website usa cookies. Ao continuar a navegar, está a concordar com a nossa política de cookies. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade.

Fechar