Relés para controlo seguro dos travões

Relés para controlo seguro dos travões

Comutar de forma fiável na indústria ferroviária

Os relés ferroviários garantem o isolamento galvânico entre o sistema de sensores e o controlador.

Vantagens

  • Operação ideal do relé devido à eletrónica de grande amplitude
  • Intervalo de temperatura e gama de tensão de entrada expandidos até à classe TX
  • Relés robustos e encaixáveis: laváveis (grau de proteção RTIII) e imunes a poeira e humidade
  • Resistentes a choques e vibrações de acordo com DIN EN 50155
  • Isolamento seguro entre bobina e contacto de acordo com DIN EN 50178

Aplicação

O controlo de travões faz parte dos sistemas mais relevantes para a segurança de um comboio. Dependendo da aplicação, é possível integrar funções adicionais inteligentes no controlo de travões, como a travagem em função da carga ou sistemas de travagem de emergência. Assim, no caso de uma travagem de emergência, os travões de disco são suportados por sistemas auxiliares de travagem.

Solução

Relé ferroviário da Phoenix Contact  

Relé ferroviário da Phoenix Contact

São utilizados módulos de relés especiais da Phoenix Contact para controlar sistemas auxiliares de travagem. Para que o travão auxiliar, como, por exemplo, um freio eletromagnético, possa ser ativado, têm de estar cumpridas várias condições essenciais: os transdutores rotativos nos eixos da carruagem registam permanentemente a velocidade de circulação e avaliam-na.

A partir de uma velocidade definida, é enviado um sinal ao relé ferroviário. O relé eletromecânico faz a ligação e encaminha o sinal de 24 V CC para o controlador central. Além disso, o relé garante o isolamento galvânico entre o sistema de sensores de campo e o controlador.

Os sinais de interferência que ocorrem habitualmente nos veículos sobre carris, os designados transitórios, são filtrados. Desse modo, o controlador central é protegido contra sobretensão transitória e contra sobrecorrente e todas as funções relevantes para a segurança deste sistema funcionam sem falhas.

Contactos banhados a ouro duro para um contacto confiável

Os contactos banhados a ouro duro garantem a comutação fiável do relé ferroviário. O douramento tem como consequência evitar que se forme uma camada oxídica de impurezas nos contactos. No entanto, esta não é apenas uma característica constitutiva dos relés ferroviários, porque os contactos dourados também são utilizados noutras aplicações industriais onde pequenas cargas e sinais têm de ser comutados.

O módulo PLC.../21RW só se transforma num relé especial depois de se encontrar em conformidade com a norma ferroviária EN 50155. Em geral, os relés eletromecânicos têm de corresponder à norma EN 61810.

As temperaturas extremas não são uma raridade

Os relés ferroviários estão equipados com um intervalo de temperatura e uma gama de tensão de entrada ampliadas. Esta é uma exigência da norma EN 50155, uma vez que os elevados requisitos de temperatura ambiente desempenham um papel importante na prática.

Nos comboios, os quadros de comando para o controlo de travões são montados, entre outros, por baixo da cabine dos passageiros, conhecida como caixa do veículo. A caixa do veículo é composta por aço e não tem isolamento de temperatura. Dependendo do período do ano e do local de utilização do comboio, podem surgir temperaturas interiores na caixa do veículo que sejam consideravelmente diferentes de temperaturas ambiente em aplicações industriais.

Em casos extremos, pode mesmo ocorrer uma tensão de entrada até 125 por cento da tensão nominal, acompanhada por um aumento simultâneo da temperatura ambiente até +70  C. Esta tensão elevada faz circular mais corrente pelo módulo de corrente, o que provoca um aumento do autoaquecimento. No caso de existir um aumento simultâneo da temperatura ambiente, um módulo de relé normal deixaria de funcionar atempadamente.

Outras áreas de aplicação para relés ferroviários

Os relés ferroviários da Phoenix Contact são utilizados em várias aplicações nos veículos sobre carris, como por exemplo, no comando de sanitas a vácuo. Neste caso, o relé também atua como o elemento de ligação entre o nível de campo e o controlador central, garantindo ainda o isolamento galvânico.

Os relés desenvolvidos especialmente para a indústria ferroviária, com um formato modular estreito de apenas 6,2 mm, são encaixáveis de forma flexível, sendo por isso de manutenção fácil.

Phoenix Contact S.A.

Sintra Business Park,
Edifício n°1
Zona Industrial da Abrunheira
2710-089 SINTRA

Horário: 9h -13h e 14h -18h
(+351) 21 911 2760

Este website usa cookies. Ao continuar a navegar, está a concordar com a nossa política de cookies. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade.

Fechar