Tipos e descrição de dispositivos

Para que a sua rede comunique de forma eficiente, a PROFINET trabalha com diferentes tipos de dispositivos. As classes de conformidade garantem uma integração perfeita dos componentes.

Trata-se maioritariamente de um sistema de controlador sequencial como PLC ou controlador de movimento. Durante o arranque, o controlador de I/O estabelece a ligação aos dispositivos de I/O PROFINET e grava os parâmetros de arranque nos dispositivos correspondentes. É então iniciada a troca de dados cíclica. O controlador de I/O PROFINET obtém as informações de configuração através de uma ferramenta de configuração. Esta ferramenta lê as informações necessárias a partir do ficheiro GSDML do dispositivo.

Os dispositivos de campo são designados de dispositivos de I/O PROFINET. O dispositivo de I/O é endereçado na rede através de um nome único, que tem de ser gravado no dispositivo para o período de utilização. Na fase de arranque, cada dispositivo recebe ainda um endereço IP via controlador de I/O. Assim está sempre acessível através de TCP/IP na rede. O dispositivo pode estar atribuído a um ou vários controladores de I/O. Os controladores de I/O realizam a troca dos dados de I/O ciclicamente em intervalos de tempo de, no mínimo, 256 µs a um máximo de 512 ms. Isto é realizado em separado para cada sentido de dados. Em caso de falha, os dispositivos de I/O enviam alarmes de diagnóstico para o controlador I/O.

Um supervisor de I/O PROFINET é um segundo elemento na rede. Tem, por exemplo, para efeitos de diagnóstico, acesso a todos os dados de processo e de parâmetros paralelamente ao controlador de I/O. Um supervisor de I/O pode assumir parcialmente um dispositivo (ler as entradas em paralelo) e também completamente (gravar saídas).

  • Componentes de rede Ethernet padrão (incluindo componentes Wireless)
  • Dispositivos e controladores PROFINET certificados
  • Troca de dados cíclica ou acíclica
  • Mecanismos de diagnóstico básicos
  • Dispositivos, controladores e componentes de rede PROFINET certificados
  • Determinação da topologia e troca de dispositivos automática
  • Diagnóstico avançado
  • Dispositivos e componentes de rede certificados com suporte de hardware
  • Transmissão de dados altamente determinística
  • Máxima performance e sincronicidade

Descrição do dispositivo

Para poder integrar os componentes numa solução de automação, é necessário disponibilizar nas diversas etapas de engenharia várias informações sobre o dispositivo.

Ficheiro GSD em redes PROFINET

Comunicar parâmetros de dispositivos de forma rápida e única graças ao ficheiro GSD

No sistema de I/O PROFINET, a descrição do dispositivo é importada como ficheiro GSD (General Station Description) no formato XML para o respetivo sistema de engenharia.

O ficheiro descreve os parâmetros de comunicação de hardware e de dispositivos definidos no software de configuração. Além disso, são transferidos para o controlador e enviados para o dispositivo durante o estabelecimento da ligação.

No ficheiro GSD, para além da figura do dispositivo e das características de comunicação, também estão integradas todas as mensagens de erro dos componentes em forma de texto.

Uma ferramenta de diagnóstico de I/O PROFINET necessita apenas do nome do fabricante e da identificação do dispositivo para emitir a mensagem de erro em texto simples.

Phoenix Contact S.A.

Sintra Business Park,
Edifício n°1
Zona Industrial da Abrunheira
2710-089 SINTRA

Horário: 9h -13h e 14h -18h
(+351) 21 911 2760

Este website usa cookies. Ao continuar a navegar, está a concordar com a nossa política de cookies. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade.

Fechar