Voltar para a vista geral

Princípios do registo de corrente

Ao utilizar cargas puramente resistivas, como lâmpadas ou aquecimento, numa rede convencional de 230 volts, não surgem quaisquer distorções na rede de energia elétrica. Com o crescimento de cargas não lineares, como as decorrentes de módulos de controlo com divisão de fases, as ondas senoidais são transformadas em formatos de curvas trapezoidais.

Muitos dos transdutores de corrente e de tensão usuais do mercado estão calibrados apenas para correntes alternadas senoidais e, assim, determinam o valor eficaz por meio da geração do valor médio. Os transdutores de medição de corrente MCR, pelo contrário, são transdutores de verdadeiro valor eficaz. Estes aceitam qualquer formato de curva e são independentes do fator de formato.

Registo do valor eficaz conforme o princípio transformador (RMS)

Registo do valor eficaz conforme o princípio transformador  

Registo do valor eficaz conforme o princípio transformador (RMS)

Através de um fluxo magnético, é gerada uma tensão indutiva nos bornes de uma bobina, que se altera com o tempo.

Uma disposição de circuito composta por dois circuitos separados galvanicamente, mas acoplados magneticamente, é conhecida como transformador.

Esta é uma opção de transmissão de corrente simples e utilizada com frequência.

Registo do verdadeiro valor eficaz conforme o princípio Rogowski (TRMS)

Registo do verdadeiro valor eficaz conforme o princípio Rogowski  

Registo do verdadeiro valor eficaz conforme o princípio Rogowski (TRMS)

O princípio de medição segundo Rogowski trata-se de uma forma especial de medição de corrente transformadora de correntes alternadas senoidais e não senoidais.

A bobina rogowski, uma bobina de indução sem ferro (bobina de ar), mede a tensão magnética longitudinalmente de um circuito fechado de um condutor que conduz corrente.

O sinal de saída da bobina Rogowski é preparado posteriormente, de modo a gerar uma ilustração exata da corrente primária.

Registo do verdadeiro valor eficaz por meio de sensor de efeito Hall (TRMS)

Medição de corrente com sensor de efeito Hall  

Registo do verdadeiro valor eficaz (TRMS) por meio do sensor de efeito Hall

O fluxo magnético gerado pelo IP da corrente primária é compactado num circuito magnético e medido na fenda de saída do ar com um sensor de efeito Hall.

O sinal de saída do sensor de efeito Hall é preparado posteriormente, de modo a gerar uma ilustração exata da corrente primária.

Geração de valor médio

Valor eficaz - valor médio quadrado

O valor eficaz de uma corrente alternada corresponde ao valor de duração resultante dos valores instantâneos da corrente. Este valor de duração gera numa resistência óhmica o mesmo trabalho térmico que uma corrente contínua do mesmo tamanho.

O verdadeiro valor eficaz significa que as correntes contínuas e mistas distorcidas também podem ser registadas. Assim, o transdutor é independente do formato da curva.

  • Ief = Is/√2
  • Uef = Us/√2

 

Representação do valor médio aritmético  

Valor médio aritmético

Valor médio aritmético

O valor médio aritmético serve para medição de correntes contínuas ou para filtragem de um percentual contínuo de uma corrente mista.

A utilização do valor médio aritmético para uma corrente alternada simétrica geraria um valor de medição equivalente a "0".

Através do valor médio aritmético é possível disponibilizar correntes contínuas como sinais padrão analógicos na saída.

A polarização pode ser avaliada por um sinal de saída bipolar. Para a rede de energia elétrica Hz 230 V/50, nos níveis de tensão, isso significa:

  • Uef = 230 V
  • US = 325 V
  • Umédio = 0 V

Phoenix Contact S.A.

Sintra Business Park,
Edifício n°1
Zona Industrial da Abrunheira
2710-089 SINTRA

Horário: 9h -13h e 14h -18h
(+351) 21 911 2760

Este website usa cookies. Ao continuar a navegar, está a concordar com a nossa política de cookies. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade.

Fechar