Voltar para a vista geral

FAQ sobre a mGuard Secure Cloud

Neste caso, a Phoenix Contact age como se fosse o seu departamento TI pessoal. Nós operamos o mGuard Secure Cloud public num centro de cálculo com tecnologia de ponta e com uma infraestrutura centralizada e à prova de falha, com a qual se liga aos seus dispositivos mGuard em campo através de túneis VPN seguros.

Desta forma, oferecemos disponibilidade garantida e monitorização 24x7x365. Isto garante um máximo de fiabilidade e disponibilidade ao serviço às suas máquinas, sistemas e clientes. Os nossos administradores mGuard Secure Cloud public criam para si, com base nas suas indicações individuais, as suas configurações VPN mGuard e disponibilizam-nas para download na página web mGuard Secure Cloud public. Ou enviamo-las a si num cartão SD ou por e-mail.

A colocação em funcionamento precisa, por parte do hardwar, de apenas alguns passos simples, graças às configurações mGuard preparadas.

O mGuard Secure Cloud public fácil de utilizar permite o acesso rápido e de máxima segurança a todas as máquinas disponíveis. Para isso, o pessoal de serviço precisa unicamente de um navegador web standard, para se ligar à página web mGuard Secure Cloud public. Depois da autenticação bem-sucedida, todas as informações relevantes estão acessíveis: local, empresa operadora, alvos do serviço (máquinas), utilizadores, assim como as suas permissões de acesso.

A mGuard Secure Cloud (mSC) é um serviço seguro para ligações remotas. Esta tecnologia foi desenvolvida pela Innominate, uma firma do grupo Phoenix Contact. A mSC oferece a fabricantes de máquinas uma possibilidade simples, económica e segura de efetuar a manutenção das suas máquinas e sistemas através da infraestrutura pública, independentemente da sua localização. Trata-se de um procedimento altamente seguro baseado em web, para ligações imediatas a máquinas e sistemas em todo o mundo.

A mGuard Secure Cloud public é uma infraestrutura de serviços remotos baseados em nuvem, para cujo uso não necessita instalar software adicional. Somente é necessário um navegador web moderno com capacidade SSL.

Chega à página inicial da mSC através do seguinte endereço web (centro de processamento de dados Berlim, Alemanha): 

https://de.cloud.mguard.com/

Caracteres de preenchimento Cloud

Antes de se poder ligar e trabalhar com a mGuard Secure Cloud public, tem de se registar gratuitamente uma única vez como cliente mGuard.

Proceda da seguinte forma:

  1. Clique no botão `Login | Registar´ na parte superior da janela da página de login da Secure Cloud public.
  2. Clique no botão `Registrar´ do painel de login aberto. Ou: clique na ligação emoldurada `REGISTAR´ no centro da página de login.
  3. Preencha todos os campos de preenchimento obrigatório do formulário de registo.
  4. Introduza a rede de destino (rede de máquinas), para a qual deseja criar a ligação VPN.
  5. Aceite uma única vez as condições de teste para a mGuard Secure Cloud public através da colocação do sinal na caixa de verificação.
  6. Introduza o código de segurança (Captcha).
  7. Clique no botão `OK´.

Após verificar os seus dados, o Secure Cloud Service cria um, assim designado, mandante para si. Este processo pode demorar várias horas, devido à verificação cuidadosa.

De seguida, os dados de acesso são enviados para o endereço de e-mail do utilizador masteradmin indicado durante o registo.

Registo na mGuard Secure Cloud public

O registo na mGuard Secure Cloud public decorre na forma de um mandante. Todas as atividades que sejam executadas na nuvem, são efetuadas no âmbito deste mandante.

Após a receção dos seus dados de registo, o utilizador masteradmin recebe no endereço de e-mail indicado os dados de acesso para um período de teste de 30 dias sem compromissos.

Após o período de teste, ou caso se tenha logo decidido por uma tarifa, receberá o respetivo contrato de utilização. Após nos enviar de volta o contrato de utilização assinado, o utilizador masteradmin receberá os dados de acesso para a tarifa selecionada no endereço de e-mail indicado. Por favor, guarde cuidadosamente os dados de acesso e evite a divulgação desses dados.

Com os dados de acesso (identificação de mandante, identificação de utilizador, palavra-passe) pode agora efetuar o login na mGuard Secure Cloud public.

Proceda da seguinte forma:

  1. Clique no botão `Login | Registar´ na parte superior da janela da página de login da Secure Cloud public.
  2. Introduza a sua identificação de mandante, a sua identificação de utilizador e a palavra-passe na área `Login´.
  3. Se colocar um sinal na caixa de verificação `Manter-se ligado´, ficará ligado até um mês.
  4. Se não colocar nenhum sinal, será desligado do sistema após uma hora de inatividade.
  5. Clique no botão `Login´.
Registo na mGuard Secure Cloud public

Devido à verificação cuidadosa dos seus dados de registo durante os tempos de escritório normais (zona horária de Berlim) pelo nosso serviço Secure Cloud, este processo pode demorar algum tempo. Este processo é uma medida preventiva para evitar o registo e login de pessoas e instituições não credíveis.

Caso tenha esquecido a sua combinação de login/palavra-passe, pode pedir uma nova palavra-passe através do link `Palavra-passe esquecida´ no painel de login. Um link para criar uma nova palavra-passe é enviado para o endereço de e-mail do utilizador existente na nuvem. Tenha em consideração que esse link é válido por um período máximo de 24 horas. Depois pode pedir uma nova palavra-passe. Se o link não se encontrar dentro de poucos minutos na caixa de entrada do seu e-mail, verifique por favor o filtro de spam ou a pasta de spam da sua conta de e-mail.

Palavra-passe da nuvem esquecida

A mGuard Secure Cloud usa uma tecnologia VPN (Virtual Private Network) com base na norma IPsec.

A mGuard Secure Cloud recebe informações acerca da ligação (p. ex., o endereço IP), tanto dos técnicos de serviço como do hardware mGuard ligado às máquinas. Através deste é possível uma comunicação em ambos os sentidos num ambiente seguro e simples através da internet.

Infelizmente não. A mGuard Secure Cloud encontra-se atualmente apenas disponível para clientes e utilizadores mGuard. 

A única exceção: locais de trabalho de serviço também podem ser ligados à mGuard Secure Cloud public através de um IPsec VPN Client certificado.

Tenha em consideração que todos os dispositivos mGuard ligados à mGuard Secure Cloud têm obrigatoriamente de possuir a versão 7.5 de firmware ou superior.

A Innominate disponibiliza a configuração necessária para as máquinas ligadas através de mGuard, assim como para a ligação do técnico de serviço.

Após ter fornecido à Innominate informações acerca da ligação (p. ex., o endereço IP), receberá o ficheiro de configuração da Innominate.

O ficheiro de configuração encontra-se disponível na página web da mSC ou ser-lhe-á enviado por e-mail ou num cartão SD.

Os produtos mGuard são produzidos exclusivamente na Alemanha e os servidores para os nossos serviços baseados em nuvem encontram-se disponíveis de forma fiável num centro de processamento de dados de alta disponibilidade também localizado na Alemanha.

Neste caso, agimos como o seu departamento de TI pessoal – nós operamos a Secure Cloud num centro de processamento de dados com tecnologia de ponta e com uma infraestrutura MGUARD centralizada e à prova de falha, com a qual se liga aos seus dispositivos mGuard em campo através de túneis VPN seguros.

O mGuard Secure Cloud public forma uma infraestrutura VPN poderosa e escalável na Cloud, que interliga o pessoal de serviço com máquinas e sistemas através da internet de maneira segura e simples. A tecnologia VPN mGuard aplicada emprega o protocolo de segurança IPsec com uma encriptação eficaz. Assim, o mGuard garante a confidencialidade, a autenticidade e a integridade de todas as informações e dados transferidos entre os técnicos de serviço e as máquinas.

São utilizados vários níveis de segurança. Do lado do técnico de serviço é aplicado um processo de dois fatores, para a sessão e a autenticação VPN. A mGuard Secure Cloud suporta ainda certificados X509, que garantem a unicidade e confidencialidade de cada túnel VPN. Além destes níveis de segurança, são também aplicadas a firewall mGuard e a tecnologia IPsec VPN, que são confiáveis e orientadas por estado. A mGuard Secure Cloud garante a confidencialidade, a autenticidade e a integridade de todas as informações e dados transferidos entre o pessoal de serviço e as máquinas.

A mGuard Secure Cloud utiliza a Virtual Private Network (VPN) IPsec - uma norma reconhecida e altamente segura para ligações remotas. Na mSC é usado a norma AES com uma encriptação de 256 Bit (AES-256), a qual se encontra acreditada para a salvaguarda de dados estritamente confidenciais. Além disso, o algoritmo SHA-1 garante a integridade dos dados, quando os pacotes encriptados são enviados através da internet.

Cada mGuard ligado com a sua máquina dispõe de uma configuração integrada, a qual é exclusivamente usada para a comunicação com a mGuard Secure Cloud. A vista, análise ou outra comunicação de/com dispositivos ou técnicos de serviço de outras contas não é permitida. Através de certificados inequívocos em cada dispositivo, é assegurado um mecanismo de autenticação com os nossos servidores. Métodos de autenticação similares são usados com os técnicos de serviço, de modo a que eles só possam comunicar com determinados dispositivos mGuard. Além da autenticação, mGuard disponibiliza-lhe também uma firewall, a qual protege a sua máquina de acessos não autorizados exteriores ao VPN.

No posto da máquina só é necessário um mGuard. Para isso, existe uma série de versões de mGuard industriais. No posto de trabalho do técnico de serviço é necessário um dispositivo mGuard ou um software compatível com IPsec-VPN como, por exemplo, mGuard Secure VPN Client ou Shrew Soft VPN Client. Em ambos os postos é necessária uma ligação internet estabelecida por mGuard-WAN-Port.

Depois do primeiro início de sessão da mGuard Secure Cloud bem-sucedido, verá o separador SERVICE. Neste separador é evidente que técnico de serviço está ligado. Aqui também pode requerer uma nova VPN de serviço. Para isso, faça clique no símbolo e siga as instruções.

Depois do primeiro início de sessão da mGuard Secure Cloud bem-sucedido, verá o separador MÁQUINA. Neste separador é evidente que máquina está ligada nesse momento. Aqui também pode requerer uma nova VPN de máquina. Para isso, faça clique no símbolo e num posto.
Depois do posto, faça de novo clique no símbolo para adicionar a máquina. Depois de adicionar o nome da máquina, pode requerer uma VPN para essa mesma máquina.

  • A coluna "Serviço" indica o estado do seu mGuard SMART ou mGuard Secure VPN. Ela fica marcada a vermelho se a sua VPN de serviço não estiver ligada e a verde se a sua VPN de serviço estiver ligada.
  • A coluna "Máquina" indica o estado da sua ligação especial a um dos seus mGuards de máquina em campo: uma marcação a vermelho indica que não existe ligação entre o utilizador e a máquina, uma marcação a verde indica que existe uma ligação entre utilizador e máquina.
  • A coluna "Routing" indica o estado com base no mesmo princípio: vermelho significa que o routing entre a VPN de serviço e a VPN da máquina não está em execução.
  • No caso de uma ligação bem-sucedida, todas as colunas "serviço", "routing" e máquina" devem estar marcadas a verde.
Indicação de estado: serviço (túnel VPN estabelecido/cortado) | routing (execução/não execução) | máquina (contactada/incontactável)

Depois do início de sessão, pode fazer download do manual de instruções da mGuard Secure Cloud clicando em "Ajuda" no canto superior direito.

Marque o posto da máquina a alterar no separador "Máquina". Faça clique no símbolo e siga as instruções para alterar o nome do posto da sua máquina.

Na mGurad Secure Cloud não é permitido que o mesmo utilizador trabalhe simultaneamente em várias máquinas. No entanto, é possível que vários técnicos de serviço autenticados trabalhem juntos na mesma máquina, ou que vários técnicos de serviço trabalhem em diversas máquinas.

Os dispositivos mGuard (na máquina ou no escritório) iniciam o túnel VPN para a mGuard Secure Cloud, utilizando para isso apenas portas de saída. Não é necessário abrir certas portas da firewall da sua empresa para utilizar o nosso servidor. Adicionalmente, a norma IPsec-VPN utiliza as portas UDP 500/4500. A tecnologia mGuard permite porém a utilização de portas de saída já desbloqueadas, como a HTTPS (TCP 443).

O mGuard pode ser configurado para ambas as situações. Se não quiser que o cliente final tenha acesso à sua máquina, o mGuard pode bloquear todo o fluxo local de dados da rede do cliente final, deixando passar apenas o fluxo de dados da VPN.

No entanto, o mGuard também pode ser configurado de forma que o fluxo de dados do cliente final passe até à sua máquina. Assegure-se de que define a respetiva característica especial, ao requerer a configuração da VPN.

O mGuard permite ativar ou desativar o túnel, fechando um contacto do hardware mGuard.

Assegure-se de que define a respetiva característica especial para este caso, ao fazer a configuração.

O mGuard utiliza a rede o cliente final para se ligar ao servidor. Isso quer dizer que são necessários os mesmo ajustes de uma ligação entre um PC e uma rede (endereço IP, máscara de sub-rede e standard gateway). Além disso, o mGuard pode agir como um cliente DHCP e assumir automaticamente todos os ajustes necessários.

Isso não é um problema. Ppode obter auxílio do nosso serviço Secure Cloud para cada configuração de VPN de máquina ou VPN de serviço. Os nossos atenciosos colaboradores de serviço entrarão em contacto consigo por telefone (apenas clientes Premium) ou por e-mail, se colocar a marca em "por favor, entre em contacto comigo!" durante a requisição de configuração VPN (VPN Builder).

Configuração VPN

Certamente que a oferta de Cloud pode ser testada sem compromisso. Cada cliente mGuard Secure Cloud pode, durante 30 dias depois de um registo bem-sucedido, efetuar uma avaliação gratuita (com o âmbito Premium) de uma ligação de serviço e uma ligação de máquina. Durante a avaliação, ambas as ligações VPN serão configuradas sem custos para si, e podem ser testadas de todas as formas possíveis. Depois da expiração da fase de teste, as ligações de teste podem, se assim o desejar, ser convertidas em ligações VPN produtivas. Para isso, entre em contacto com o nosso serviço Secure Cloud.  

Ligações VPN de serviço e de máquina podem ser apagadas no respetivo posto de trabalho de serviço ou carta mestre da máquina, por utilizadores com as funções "Admin" ou "Master Admin".

Apagar ligações VPN

Utilizadores com as funções "Admin" e "Master Admin" podem consultar os dados de ligação mais importantes nos seguintes locais:

Ponto de menu "Administração >> Ligações VPN": Visão geral de todas as ligações VPN configuradas incluindo o seu estado.

Administração mSC

Atualmente certificámos para os postos de trabalho de serviço os seguintes softwares IPsec de clientes VPN:

  • mGuard Secure VPN Client
  • Shrew Soft: http://www.shrew.net/
  • Por favor, assegure-se de que o seu navegador aceita cookies do endereço "https://de.cloud.mguard.com".
  • Verifique as definições de cookies do firefox:
    Menu >> "Definições" >> "Proteção de dados" >> "Histórico" > colocar a marca em "Aceitar cookies".

Voltar para a vista geral
Outras informações
  • FAQ sobre a mGuard Secure Cloud

Phoenix Contact S.A.

Sintra Business Park,
Edifício n°1
Zona Industrial da Abrunheira
2710-089 SINTRA

Horário: 9h -13h e 14h -18h
(+351) 21 911 2760

Este website usa cookies. Ao continuar a navegar, está a concordar com a nossa política de cookies. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade.

Fechar