Aquisição segura de dados de medição de um oleoduto na Rússia

A Transneft explora oleodutos do país

A Transneft é uma empresa pública russa com sede em Moscovo e que explora os oleodutos do país.

A empresa foi fundada em 1993 e dispõe atualmente do maior sistema de condutas do mundo, com um comprimento total de cerca de 50 000 quilómetros.

Aplicação

Um dos sistemas de condutas explorados pela Transneft é o oleoduto ESPO (Eastern Siberia Pacific Ocean). Tem um comprimento de 2 757 quilómetros e fornece anualmente o território chinês de Daqing com 15 milhões de toneladas de petróleo.

No futuro, está prevista a expansão da sua capacidade de passagem para 30 milhões de toneladas e o transporte de um cumprimento total de 4 700 quilómetros até à região do Pacífico, para o Japão e a Coreia do Sul. Para isso, no total, são necessárias 32 estações de bombeamento e 13 parques de reservatórios.

A Transneft utiliza conversores de sinais de segurança intrínseca da Phoenix Contact para a transmissão dos dados de processo do campo para as salas de controlo das estações.

Solução

Versáteis e fiáveis: módulos de relé PLC  

Versáteis e fiáveis: módulos de relé PLC

Os transdutores de temperatura universais convertem sinais de temperatura de termómetros de resistência e elementos térmicos em sinais de 4…20 mA. São alimentados com energia através de condicionadores de sinal de alimentação Ex-i.

De seguida, o condicionador de sinal de entrada transmite os sinais analógicos para as salas de controlo nas áreas seguras. Graças à tecnologia de comutação inovadora, os isoladores EX, com apenas 12,4 mm de espessura, distinguem-se devido a um processamento de sinal (desvio de linearidade < 0,1 %) e a uma baixa dissipação de potência (separador de alimentação: máx.: 1,3 Watt).

As entradas, as saídas e as fontes de alimentação são isoladas galvanicamente umas das outras. Todos os isoladores utilizados transmitem o protocolo Hart de forma bidirecional. De acordo com a ATEX, os isoladores são autorizados como equipamentos de segurança intrínseca para a zona 0.

Com o nosso conceito, é possível combinar o isolamento Ex com os terminais de entrada. Desse modo, é possível economizar uma calha metálica completa com réguas de bornes: além da redução clara da necessidade de espaço, existe também uma redução das eventuais fontes de erros.

As lâminas de seccionamento e os alvéolos integrados permitem um isolamento sem problemas de cabos Ex-i. Isto facilita consideravelmente a colocação em funcionamento. E, graças à capacidade de encaixe dos módulos Ex-i, as adaptações posteriores de funções também são executáveis sem dificuldades.

Além dos módulos Ex-i, a Transneft ainda utiliza outros componentes da Phoenix Contact, como por exemplo, as fontes de alimentação, os cabos de sistema pré-fabricados, assim como relés PLC.

Resultado

Com a interface de processo PI, a Transneft utiliza uma solução inovadora para circuitos de segurança intrínseca com módulos eletrónicos encaixáveis e um borne básico.

Vantagem: o módulo eletrónico contém a funcionalidade, não o borne básico. Além disso, a largura total reduzida permitiu economizar 30 por cento de espaço.

Phoenix Contact S.A.

Sintra Business Park,
Edifício n°1
Zona Industrial da Abrunheira
2710-089 SINTRA

Horário: 9h -13h e 14h -18h
(+351) 21 911 2760

Este website usa cookies. Ao continuar a navegar, está a concordar com a nossa política de cookies. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade.

Fechar