Ligação sem fios segura e económica na BP, Ohio

Projeto-piloto sem fios na BP em Ohio

A BP explora inúmeras refinarias nos EUA.

Na localização de Ohio, engenheiros e técnicos deram início a um projeto-piloto sem fios. Pretendiam descobrir se era possível efetuar uma transmissão de dados fiável por rádio para um ambiente fortemente condicionado por interferências.

Aplicação

O objetivo era evitar elevados custos de cablagem que resultam da existência de reservatórios de armazenamento muito distanciados entre si.

Na área dos percursos hertzianos passam cabos de alta tensão com fortes campos de interferência. Impunha-se a análise da sua influência sobre a qualidade de transmissão. Para complicar a situação, as localizações do reservatório de petróleo não dispunham de uma fonte de alimentação própria.

Como objeto de teste, foi selecionada uma bomba de água subterrânea situada num local remoto.

Neste caso, o nível teve de ser medido e o alarme teve de ser emitido quando se atingiu o valor limite. A bomba determina o nível das águas através de ultrassons e disponibiliza-o como sinal analógico. Além disso, quando o valor limite superior é atingido, o interruptor de valor limite gera um sinal de alarme digital.

Solução

Sistema de transmissão sem fios da Phoenix Contact  

Transmitir dados I/O no campo sem fios

Na bomba, foi instalado um sistema de transmissão sem fios da Phoenix Contact. Isso permitiu o registo sem fios de dados I/O no campo e a transmissão das informações para um controlador através de uma interface RS-232.

Em cada estação, é possível ligar até oito módulos de expansão analógicos e digitais, o que, consequentemente, permite selecionar uma opção adequada para cada aplicação. No lado do controlador, as informações podem ser avaliadas a partir de uma (point-to-point) ou de várias estações de campo (multipoint-to-point) através do protocolo Modbus.

Cada mestre pode operar até 255 estações de campo. Todo o hardware é alimentado de forma autossuficiente através de um sistema solar com painéis solares, bateria e regulador de carga.

Resultado

A ligação sem fios funcionou de forma manifestamente fiável neste ambiente muito condicionado.

A vantagem económica também foi analisada: a cablagem da instalação obrigaria a escavar valas e a instalar cabos ao longo de aproximadamente 700 metros. Neste caso concreto, a BP partiu do valor mínimo de 80 euros por metro. No total, foi possível economizar 56 000 euros.

Após os testes positivos, o grupo BP integrou os sistemas de transmissão sem fios da Phoenix Contact na unidade de produção junto ao rio Ohio. Nesse local, 16 reservatórios de petróleo foram equipados com essas estruturas.

Phoenix Contact S.A.

Sintra Business Park,
Edifício n°1
Zona Industrial da Abrunheira
2710-089 SINTRA

Horário: 9h -13h e 14h -18h
(+351) 21 911 2760

Este website usa cookies. Ao continuar a navegar, está a concordar com a nossa política de cookies. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade.

Fechar