Voltar para a vista geral

Redundância de rede paralela com PRP

O Parallel Redundancy Prodocol (PRP) está padronizado na terceira parte da norma IEC 61439. Esta norma internacional permite, pela primeira vez, a comunicação de dados sem tempos de comutação. Isso torna a transmissão de informação altamente fiável. A redundância de rede PRP baseia-se em duas vias ativas entre dois equipamentos. O emissor utiliza duas interfaces de rede independentes que emitem os mesmos dados ao mesmo tempo. Durante esse processo, o protocolo de controlo de redundância assegura que o receptor apenas utiliza o primeiro pacote de dados e que elimina o segundo. Se apenas ocorrer a recepção de um pacote, o receptor sabe que ocorreu uma falha na outra via.

Redundância de rede paralela com o módulo de redundância PRP

Redundância de rede paralela com o módulo de redundância PRP

O PRP utiliza duas redes independentes com qualquer tipo de topologia e não está limitado às redes circulares. Nas duas redes paralelas e independentes entre si, é possível utilizar anéis redundantes ou também redes sem qualquer redundância. A grande vantagem do PRP é a comutação ininterrupta que elimina o tempo de comutação, em caso de erros, oferecendo, assim, a mais alta disponibilidade possível.


Voltar para a vista geral
Outras informações
  • Redundância de rede paralela com PRP

Phoenix Contact S.A.

Sintra Business Park,
Edifício n°1
Zona Industrial da Abrunheira
2710-089 SINTRA

Horário: 9h -13h e 14h -18h
(+351) 21 911 2760

Serviço

Redundância de rede com PRP

Princípio de funcionamento do mecanismo de redundância PRP

Este website usa cookies. Ao continuar a navegar, está a concordar com a nossa política de cookies. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade.

Fechar