Voltar para a vista geral

Full-duplex com apenas uma fibra: o novo conversor de multimédia de fibra ótica com tecnologia WDM

Geralmente, são necessárias duas fibras óticas para a transmissão de dados ethernet. O novo conversor de multimédia Fast Ethernet utiliza uma tecnologia distinta: é apenas necessária uma fibra ótica para a comunicação ótica.

Transmissão ótica por Wavelength Division Multiplex

Tecnologia WDM  

Transmissão de dados bidirecional com tecnologia WDM

WDM significa Wavelength Division Multiplex. Estes processos Multiplex utilizam ambos os comprimentos de onda 1310 nm e 1550 nm.

Isto permite um envio e receção simultâneos (bidirecional) numa fibra de modo único - sem constrangimento para aqualidade de transmissão e largura de banda. São utilizados dois dispositivos para uma ligação por uma única fibra ótica. O dispositivo A transmite 1.310 nm pelo canal TX e o dispositivo B recebe o mesmo comprimento de onda no canal RX. No sentido inverso, são transmitidos 1.550 nm. É apenas possível uma ligação entre um dispositivo A e um dispositivo B. Os dispositivos (A e B) são incluídos no conjunto.

Graças à tecnologia WDM, a largura de banda existente na rede de fibra ótica pode ser duplicada através da utilização de dois pares de conversores de multimédia WDM. Para tal, o cabo já instalado é dividido em duas ligações de rede independentes. No caso de novas instalações, os custos podem ser reduzidos, através da poupança de cabos de fibra e de conectores.

Voltar para cima

Transmissão ótica com WDM em aplicações rotativas

Para aplicações rotativas  

Os converores de multimédia de uma fibra adequam-se particularmente a aplicações rotativas.

Uma vantagem adicional dos conversores de multimédia com tecnologia WDM é notória na utilização em aplicações rotativas. Assim, é possível pela primeira vez uma ligação de fibra ótica através de transformador rotativo ótico. No caso de aplicações giratórias, como máquinas de transferência rotativas ou sistemas eólicos o desafio consiste em transferir energia e sinais entre uma parte já existente e uma parte rotativa do sistema. Até à data, têm sido predominantemente utilizados transmissores de anéis coletores eletromecânicos para a transmissão de dados. No caso da transmissão de potências elevadas, podem ocorrer falhas às quais a técnica de fibra ótica é resistente.

Os conversores de multimédia WDM que funcionam apenas com uma fibra ótica, tornam a utilização de um transformador rotativo atrativa. As designadas Optical Rotary Joints são isentas de desgaste e já são disponibilizadas por muitos produtores. Devido à estrutura simplificada, representam uma redução significativa do preço dos dispositivos com uma fibra em comparação com os transformadores rotativos com várias fibras. Além dos sistemas eólicos, muitas outras aplicações beneficiam das vantagens dos transformadores rotativos óticos. Por exemplo, os conversores de multimédia com tecnologia WDM são utilizados em sistemas de radar, sistemas de operação marítimos, máquinas de transferência rotativas, bem como na indústria de embalagem e automóvel.

Voltar para cima

Redundante através de luz e cobre em aplicações rotativas

Comunicação de dados redundantes  

Comunicação de dados redundantes

Nos sistemas eólicos, é de particular importância que seja assegurada a comunicação eficaz entre o cubo e a nacelle. Uma rede reduntante é, portanto, vantajosa. São utilizados caminhos de transmissão independentes para comunicação de dados.

A transmissão de dados Ethernet padrão é efetuada através de dois conversores de multimédia WDM. Na transmissão por fibra ótica, é utilizado um transformador rotativo com uma fibra integrado no eixo do anel coletor de cobre existente. O caminho de transmissão é resistente a EMC, isolado eletricamente e sem manutenção. O caminho redundante é construído com o auxílio de extensores de Ethernet. O anel coletor de cobre existente é utilizado para a ligação SHDSL e a gestão de redundância é assegurada através de switches controláveis.

Os novos conversores de multimédia WDM permitem assegurar uma comunicação de dados económica, eficaz e fiável. Em combinação com os extensores SHDSL da Phoenix Contact que comunicam através das convencionais ligações em cobre dos anéis coletores, constitui uma solução proativa para uma rede redundante.

Voltar para cima

Funções práticas de diagnóstico com Link Management

Funções LFP e FEF  

Em caso de interrupção de rede: o percurso de transmissão desliga-se

Os conversores de multimédia da Phoenix Contact oferecem inúmeras possibilidades de diagnóstico. As soluções de Link Management LFP (Link Fault Pass Through) e FEF (Far-End Fault) são concebidas para uma monitorização permanente da ligação. Isto assegura uma elevada disponibilidade da instalação. O link da ligação de fibra ótica desliga-secaso se verifique uma perda de ligação no lado de cobre do conversor de multimédia. O conversor de multimédia do lado contrário regista a interrupção de ligação através do percurso de fibra ótica e interrompe igualmente a ligação do seu segmento Twisted Pair.

Todo o caminho de ligação através do percurso ótico é, portanto, tão transparente como se fosse uma mera comunicação por cobre. Ambos os lados da ligação de rede podem detetar perdas de ligação e reagir de modo adequado. No caso de uma ligação redundante, os módulos podem alternar imediatamente. A sinalização da função FEF no conversor de multimédia possibilita a localização do segmento com erro em caso de perda de ligação.

Voltar para cima

Voltar para a vista geral
Outras informações
  • Full-duplex com apenas uma fibra: o novo conversor de multimédia de fibra ótica com tecnologia WDM

Phoenix Contact S.A.

Sintra Business Park,
Edifício n°1
Zona Industrial da Abrunheira
2710-089 SINTRA

Horário: 9h -13h e 14h -18h
(+351) 21 911 2760

Este website usa cookies. Ao continuar a navegar, está a concordar com a nossa política de cookies. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade.

Fechar