Registro seguro de dados de medição de um oleoduto na Rússia

A Transneft explora os oleodutos do país

Transneft é uma empresa pública russa com sede em Moscou que explora oleodutos da Rússia.

A empresa foi fundada em 1993 e dispõe atualmente do maior sistema dutoviário do mundo com um comprimento total de cerca de 50.000 quilômetros.

Aplicação

Um dos sistemas dutoviários explorados pela Transneft é o oleoduto ESPO (Eastern Siberia Pacific Ocean). Com um comprimento de 2.757 quilômetros, abastece anualmente o território chinês de Daqing com 15 milhões de toneladas de petróleo.

Futuramente está planejado aumentar a capacidade de caudal para 30 milhões de toneladas, transportando o petróleo por um percurso total de 4.700 quilômetros até à região do Pacífico, Japão e Coreia do Sul. Para o efeito serão necessárias 32 estações de bombeamento e 13 depósitos no total.

A Transneft utiliza conversores de sinais intrinsecamente seguros da Phoenix Contact para a transmissão dos dados de processo do campo para as salas de controle das estações.

Solução

Versatilidade e confiabilidade: módulos de relé PLC  

Versatilidade e confiabilidade: módulos de relé PLC

Os transdutores de temperatura universais convertem os sinais de temperatura dos termômetros de resistência e dos termopares em sinais de 4…20 mA. São alimentados de energia com amplificadores de comutação de isolamento de alimentação Ex-i.

O amplificador de comutação de isolamento de entrada transmite os sinais analógicos para as salas de controle da zona segura. Graças à inovadora tecnologia de conexão, os secionadores Ex com apenas 12,4 mm de largura se distinguem pelo processamento rigoroso dos sinais (desvio linear < 0,1 %) e por perdas reduzidas (potência de dissipação: máx: 1,3 Watt).

Entradas, saídas e fontes de alimentação estão isoladas galvanicamente entre si. Todos os secionadores utilizados transmitem o protocolo Hart nas duas direções. De acordo com a ATEX, os secionadores são autorizados para utilização em zonas 0 como meio de produção intrinsecamente seguro.

Nosso conceito permite combinar o isolamento Ex com os terminais de entrada. Pode assim economizar um trilho de fixação completo com réguas de terminais: não reduz significativamente apenas o espaço, como também nas eventuais fontes de anomalias.

As lâminas de separação e os soquetes de teste integrados permitem um isolamento sem problemas de cabos Ex-i. Isto facilita significativamente a colocação em funcionamento. Através da capacidade de encaixe dos módulos Ex-i, a posterior adaptação das funcionalidades será igualmente de execução mais simples.

Para além dos módulos Ex-i, a Transneft utiliza ainda outros componentes da Phoenix Contact, nomeadamente o fornecimento de energia, cabos de sistema pré-montados e relés PLC.

Resumo

A Process Interface PI é utilizada pela Transneft como uma solução inovadora para circuitos de corrente intrinsecamente seguros disponibilizando módulos eletrônicos de encaixe e um terminal básico.

A vantagem: a funcionalidade está no módulo eletrônico e não no terminal básico. Graças à menor largura de construção foi possível economizar adicionalmente 30% do espaço.

PHOENIX CONTACT
Ind. Com. Ltda.

Rua Francisco Corazza, 20 a 100
Pq. Residencial da Lapa
São Paulo/SP CEP: 05038-130
(11) 3871-6400 (PABX)