Sistema de monitoramento para postos de transformadores

A aplicação

Transformador

Transformador

Ao empregar transformadores, bobinas supressoras de arco e demais equipamentos operados a óleo, p. ex. para o isolamento, a empresa fornecedora de energia deve preencher requisitos especiais para a operação desse tipo de instalações a partir de um volume de 1 m3 de líquido perigoso para a água.

Para evitar a saída de líquidos perigosos para a água do sistema completo no caso de eventuais avarias, todos os equipamentos preenchidos com óleo têm de ser instalados sobre superfícies estanques a líquidos que devem conduzir a um espaço coletor externo ou separador de grande dimensão, sob a forma de cuba coletora ou área de evacuação. A associação de trabalho alemã no âmbito da construção industrial, com a sigla AGI, criou para o efeito uma folha de trabalho que descreve diversas possibilidades estruturais para a execução de postos de transformadores, visando cumprir o regulamento alemão sobre instalações destinadas ao tratamento de materiais perigosos para a água, com a sigla VAwS.

Além disso, a folha de trabalho também indica que a água de precipitação pode ser bombeada para fora da cuba ou do espaço coletor após uma verificação visual. Isso é importante para que, em caso de avaria, todo o óleo do transformador possa ser recolhido sem entrar no meio ambiente.

A solução

Quadro de comando da Phoenix Contact

Solução para quadro de comando da Phoenix Contact

A Phoenix Contact disponibiliza um novo sistema para o monitoramento contínuo de nível de enchimento, o alarme e o bombeamento da água de precipitação em postos de transformadores. Neste âmbito, o nível da água, medido por um sensor ultrassônico, é continuamente comparado com dois valores-limite diferentes. O alcançar do primeiro valor-limite faz o sistema enviar um e-mail para planejar atempadamente uma intervenção de reparação. O alcançar do segundo valor-limite crítico resulta no envio de um SMS para a equipe de prevenção, permitindo tomar medidas imediatas. 

Durante a inspeção da estação pelo pessoal da manutenção, que daí resulta, o processo de bombeamento é iniciado após uma avaliação visual da água de precipitação quanto à contaminação com óleo e decorre em seguida automaticamente. Ao mesmo tempo, o nível da água continua sendo medido continuamente e é baixado para um volume mínimo ajustável. Uma sonda com haste adicional garante o término imediato do processo de bombeamento assim que for detectada uma contaminação com óleo. Os componentes essenciais da instalação estão certificados e têm a aprovação técnica de autoridades da construção.

Funções do sistema de monitoramento

A nossa solução abrange as seguintes funções:

  • Monitoramento dos níveis de enchimento de coletores de transformadores
  • Alarme em caso de excedimento dos valores-limite
  • Primeiro nível de alarme por e-mail
  • Segundo nível de alarme por SMS
  • Oito entradas digitais livremente programáveis para alarmes adicionais por SMS e/ou e-mail
  • Função de lista telefônica para gerenciar os números de telefone e os endereços de e-mail 
  • Controlador e gerenciamento de bomba
  • Alarme visual
  • Monitoramento das fontes de alimentação ininterruptas com gerenciamento de alarmes

Mais informações sobre os nossos produtos

Resumo de suas vantagens

  • Notificações automáticas via SMS ou e-mail
  • Planejamento da aplicação objetivo e adequado às necessidades
  • Economia de custos operacionais

O sistema cumpre as leis e especificações relevantes

  • Lei alemã sobre recursos hídricos, sigla WHG
  • Regulamento alemão sobre instalações destinadas ao tratamento de materiais perigosos para a água e empresas especializadas, sigla VAwS
  • Associação de trabalho alemã no âmbito da construção industrial, sigla AGI

PHOENIX CONTACT
Ind. Com. Ltda.

Av. das Nações Unidas, 11.541,
19º andar - Brooklin Paulista
04578-000 - São Paulo/SP - Brasil
CNPJ 68.404.912/0001-62
(11) 3871-6400 (PABX)