Modos de carga

Saiba aqui quais os tipos de carga com que pode carregar a bateria de um veículo elétrico. Quais são as diferenças entre o carregamento com corrente alternada (AC) e com corrente contínua (DC)?

Os processos de carga são descritos detalhadamente nas normas IEC 61851 e IEC 62196. Assim, a IEC 61851 distingue um total de quatro modos de carga. Entre esses, os modos de carga 1 a 3 se referem ao carregamento AC, sendo o modo de carga 3 adicionalmente subdividido nos casos de carga A, B e C. O modo de carga 4 se refere ao carregamento DC.

Carregamento AC

No carregamento com corrente alternada, o transformador AC/DC se encontra no veículo. Ele transforma a corrente alternada em corrente contínua, a qual é necessária para carregar a bateria.

Carregamento DC

O carregamento com corrente contínua permite a transferência de uma potência elevada em pouco tempo. Em comparação com o carregamento AC, aqui o transformador AC/DC está fixo na estação de carga. Além disso, os contatos e as bitolas do condutor têm um dimensionamento superior, permitindo transmitir uma potência de carga de até 250 kW. Por isso, geralmente o carregamento DC também é chamado carregamento rápido. Em combinação com uma refrigeração integrada, de forma normativa, podem ser atingidos até 400 kW. Neste caso, se fala de carregamento ultrarrápido ou High Power Charging, abreviado HPC.

Para o carregamento DC, os principais fabricantes de automóveis recomendam o Combined Charging System, abreviado CCS. Nesse sentido, a norma SAE J1772 regula o carregamento CCS conforme o tipo 1 para a América do Norte, enquanto a norma IEC 62196-3 é a norma aplicável para o carregamento CCS conforme o tipo 2 na Europa. Para o mercado chinês ainda não se estabeleceu um padrão CCS correspondente – aí se aplica o padrão GB/T 20234.3 para o carregamento DC.

PHOENIX CONTACT
Ind. Com. Ltda.

Av. das Nações Unidas, 11.541,
19º andar - Brooklin Paulista
04578-000 - São Paulo/SP - Brasil
CNPJ 68.404.912/0001-62
(11) 3871-6400 (PABX)

Serviço