Tecnologia laser

Tecnologia laser

Etiquetagem duradoura e segura

Tecnologia laser confiável da Phoenix Contact.

Suas vantagens

  • Com base na tecnologia laser de fibra de itérbio pulsada
  • Gama de material versátil de alumínio, aço, plástico e películas
  • Etiquetagem direta a laser significa: sem tinta, sem fita de impressão nem toner
  • Etiquetagem duradoura mediante gravação, têmpera ou carbonização
  • Alta qualidade: compatível com códigos de barras, resolução de 500 dpi

Fontes de radiação

Estrutura esquemática de um laser de fibra  

Estrutura esquemática de um laser de fibra

Os lasers se distinguem em dois modos de operação:

  • Os lasers contínuos irradiam uma fonte de luz constante com a mesma intensidade
  • Os lasers pulsados geram uma irradiação pulsante e são subdivididos em pulsos laser curtos ou ultracurtos consoante a duração temporal dos pulsos

Os lasers são especificados com base no meio usado: laser de estado sólido e laser a gás. Os meios ativos nos lasers de estado sólido são vidros ou cristais dopados. Aqui se formam íons externos em concentração variada no cristal hospedeiro. Estes íons existem com uma determinada dopagem (concentração). Alguns materiais de dopagem típicos são o neodímio, o itérbio, o titânio e o érbio.

O laser de fibra pertence aos lasers de estado sólido e, por ter um formato compacto e ser de manutenção fácil, é especialmente apropriado para etiquetagens. Um laser de fibra típico é o laser de itérbio-ítrio-alumínio-granada.

Os lasers de itérbio-ítrio-alumínio-granada emitem radiação infravermelha, para que o raio laser, ao contrário dos raios laser de CO2, também possa ser conduzido através de cabos de fibra de vidro. Graças ao seu comprimento de onda reduzido, esse laser consegue focar uma área menor, conseguindo assim uma resolução superior à de um laser de CO2.

Aspiração

No processamento com lasers podem se formar poeiras e gases. Eles precisam ser removidos da área de processamento para garantir uma qualidade permanentemente elevada. Também por questões de segurança no trabalho é necessário assegurar uma aspiração que esteja adaptada à respectiva aplicação. Para poder assegurar o máximo grau de aspiração possível é pertinente recorrer a uma combinação de filtros de diversas classes. Os filtros se distinguem com base no tamanho das partículas:

  • Filtro de partículas grossas (partículas > 10 µm)
  • Filtro de partículas finas (partículas de 1 a 10 µm)
  • Filtro de partículas em suspensão (partículas < 1 µm)

Idealmente, o ar da área de processamento deve ser previamente filtrado com a ajuda de um filtro de partículas finas. Em uma segunda fase, um filtro de partículas em suspensão filtra também do ar as partículas mais pequenas. Dessa forma é possível alcançar graus de filtragem total superiores a 99,9 %.

Ir para os produtos

Gostaria de saber mais sobre esses produtos? Então clique no botão seguinte.

PHOENIX CONTACT
Ind. Com. Ltda.

Rua Francisco Corazza, 20 a 100
Pq. Residencial da Lapa
São Paulo/SP CEP: 05038-130
CNPJ 68.404.912/0001-62
(11) 3871-6400 (PABX)