Voltar para a visão geral

Instalação

Caixa do sensor sobre a derivação  

A caixa do sensor está montada com braçadeiras de forma fixa e vedada na derivação.

A intensidade de campo eficaz no campo magnético circular depende da profundidade de imersão do sensor no campo magnético da derivação por que passa a corrente.

Campo magnético circular em torno do sensor  

Campo magnético circular em torno do sensor

A profundidade de imersão é definida no cálculo através do raio. Isto significa que quanto mais inferior for o raio, maior é a intensidade de campo. Por isso, é vantajoso montar o sensor o mais perto possível da derivação, para que a intensidade de campo eficaz seja o maior possível.

Legenda:
H = intensidade de campo [A/m]
r = raio [cm]
I = corrente [A]

Significado do raio para a calibragem do sistema

Caixa do sensor do LM-S  

A seção de medição se encontra na área da frente da caixa do sensor.

O raio é a medida para a profundidade de imersão do sensor no campo magnético e para o registro da intensidade de campo magnético H eficaz nesse local. O valor corresponde à distância entre a linha central do condutor até a aresta exterior da caixa do sensor.

O raio é determinado durante a instalação. Isto é importante para a calibragem do sistema, uma vez que garante condições de medição iguais com diferentes circunstâncias da instalação.

PHOENIX CONTACT
Ind. Com. Ltda.

Rua Francisco Corazza, 20 a 100
Pq. Residencial da Lapa
São Paulo/SP CEP: 05038-130
(11) 3871-6400 (PABX)