Voltar para a visão geral

Conectores

Conectores como contatos de crimpagem

As conexões por crimpagem comprovadas milhões de vezes são utilizadas em todos os setores da indústria, tecnologia automotiva, aeronáutica, indústria de transportes e em equipamentos médicos.

Os conectores também são designados de contatos de crimpagem. Existe uma ampla gama de variantes e versões. Ela se divide em dois grupos principais: os conectores ou contatos maciços/torneados, também designados de "fechados", os conectores ou contatos perfurados/em espiral, designados de "abertos". Na instalação elétrica, estas conexões por crimpagem se inserem no conceito genérico das "conexões elétricas sem solda".

A gama de serviços e as especificações de teste são descritas na norma europeia DIN EN 60352-2. "Crimpar" é um processo de união para unir permanentemente um ou vários condutores a um contato. Um condutor decapado é introduzido na zona de crimpagem do contato unido por meio de um processo de prensagem definido. Dessa forma, é criada uma união permanente, não removível e confiável.

Os seguintes grupos principais definem os diferentes tipos de conector, com um amplo espetro de dimensão e gamas de bitola do condutor: contatos perfurados em espiral, contatos torneados, terminais de cabo de crimpagem soldados, terminais de cabo tubulares e de prensagem, conectores de topo, terminais de cabo de crimpagem isolados, terminais de cabo de pino, terminais circulares de cabo não isolados e isolados, terminais de cabo em forquilha não isolados e isolados, luvas de encaixe plano não isoladas e isoladas e e conectores coaxiais CATV.

Perfis de crimpagem

Para contatos perfurados em espiral é principalmente utilizado o perfil de crimpagem B. Os conectores/contatos maciços torneados apresentam principalmente perfis em prensagem de quatro mandris (4/8 indent), quadrada (square), oval, prensagem de mandril, prensagem de mandril dupla, prensagem WM, hexagonal (hex) + prensagem de mandril e crimpagem B.

Os alicates de pressão com sistema de contra-trava ou as ferramentas acionadas hidraulicamente com diferentes tamanhos de matriz e perfis de crimpagem processam bitolas superiores a 10 mm². Nas máquinas de crimpagem elétricas, pneumáticas e eletropneumáticas existem, consoante o tipo de máquina, perfis quadrados e de quatro mandris até 10 mm². Para bitolas superiores, como para o conector de carga, é também utilizado o perfil de crimpagem B.

PHOENIX CONTACT
Ind. Com. Ltda.

Rua Francisco Corazza, 20 a 100
Pq. Residencial da Lapa
São Paulo/SP CEP: 05038-130
CNPJ 68.404.912/0001-62
(11) 3871-6400 (PABX)