Voltar para a visão geral

Redundância paralela de rede com PRP

O Parallel Redundancy Protocol (PRP) está padronizado na terceira parte da norma IEC 61439. Essa norma internacional permite, pela primeira vez, a comunicação de dados sem tempos de comutação. Isso torna sua transmissão de informações altamente confiável. A redundância de rede PRP se baseia em duas vias ativas e independentes entre dois equipamentos. O emissor utiliza duas interfaces de rede independentes que emitem os mesmos dados simultaneamente. Durante esse processo, o protocolo de controle da redundância garante que o receptor utiliza somente o primeiro pacote de dados e que elimina o segundo. Se for recepcionado somente um pacote, o receptor sabe que ocorreu uma falha na outra via.

Redundância de rede com o módulo de redundância PRP

Redundância paralela de rede com o módulo de redundância PRP

O PRP utiliza duas redes independentes com qualquer tipo de topologia, não se limitando às redes circulares. É possível utilizar anéis redundantes, ou até mesmo redes sem qualquer redundância, nas duas redes paralelas independentes entre si. A grande vantagem do PRP é a comutação ininterrupta que elimina o tempo de comutação, em caso de erro, oferecendo, desse modo, a mais alta disponibilidade possível.


Voltar para a visão geral
Outras informações
  • Redundância paralela de rede com PRP

PHOENIX CONTACT
Ind. Com. Ltda.

Rua Francisco Corazza, 20 a 100
Pq. Residencial da Lapa
São Paulo/SP CEP: 05038-130
(11) 3871-6400 (PABX)

Serviço

Redundância de rede com PRP

Princípio de funcionamento do mecanismo de redundância PRP